16 DE JULHO DE 2024
Fechar [x]

Bancada do Sul custeará projeto para dragagem

Trabalhos para a área do Porto de Laguna terá recursos de deputados do Sul

10/07/2024 06:00|Por Redação

O projeto básico e executivo de dragagem da área do Porto de Laguna será elaborado com recursos destinados pelos deputados da Bancada do Sul, no valor de R$ 5 milhões. O rebaixamento do nível do canal é uma obra complementar à redragagem do Rio Tubarão, e vice-versa, no quesito prevenção de enchentes na região cortada pelo rio.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O anúncio oficial da destinação da verba para o projeto será feito amanhã, às 10h, na Associação Empresarial de Tubarão (Acit), com presença dos deputados da bancada e do governador em exercício, Mauro de Nadal. A obra incluirá a remodelagem dos molhes e retirada de uma grande rocha que prejudica a vazão da água do rio e também impede a entrada de barcos pesqueiros maiores no porto.

As duas etapas inicialmente eram previstas no mesmo projeto e foram separadas pelo fato de na região do porto ter a proposta mais ampla, e também beneficiar a pesca. “Ainda temos um longo caminho pela frente, é verdade. Mas aos poucos vamos conseguindo avançar no assunto da redragagem. E nossa luta para resolver essa questão vai continuar”, destaca o deputado Pepê Collaço, presidente da Bancada do Sul e criador da Frente Parlamentar das Dragagens dos Rios Catarinenses.

Atualização   

O projeto de redragagem foi elaborado em 2013 e precisa ser atualizado, trabalho que será feito pela Universidade Federal de Santa Catarina (Ufsc). O trecho a ser desassoreado no rio tem 27 quilômetros, entre a ponta dos Molhes de Laguna e a ponte férrea, em Capivari de Baixo. O custo da obra é estimado em cerca de R$ 586 milhões.

Quer receber notícias de Tubarão e região? Clique aqui.
Diário do Sul
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a nossa Política de Privacidade. FECHAR