24 DE MAIO DE 2024
Fechar [x]

Adolescente vai jogar em time de Minas Gerais

O contrato do goleiro Pedro Canto Ribeiro (Pepe) com o Atlético Pirapora tem duração de três anos

08/04/2024 06:00|Por Redação

Um adolescente de Laguna, promessa do esporte local, será apresentado hoje por um time de Minas Gerais. 

O contrato do goleiro Pedro Canto Ribeiro (Pepe) com o Atlético Pirapora tem duração de três anos. No fim de semana, a família do atleta de 14 anos pegou a estrada, num misto de emoção, alegria e expectativa pela carreira e pela nova rotina do garoto. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A paixão de Pepe pelo esporte começou quando ele tinha três anos. Segundo os pais, o incentivo partiu de dentro de casa. O avô materno, conhecido como Careca, também jogava futebol. 

Pedro começou nas categorias de base do antigo Genoma Colorado e pelo Cetec, de Cabeçuda. Aos 11 anos, ele participou de uma peneira para o Athletico Paranaense, onde passou e ficou sendo monitorado pela equipe. 

Em novembro do ano passado, pelo Maccari, de Tubarão, foi o arqueiro menos vazado do campeonato da Liga Verde Vale, de Braço do Norte, levando apenas um gol em sete partidas. Pelo Hercílio Luz, foi convidado para integrar a equipe sub-15 neste ano. 

A experiência no esporte local chamou a atenção do clube de Minas e agora Pepe vai disputar o Campeonato Mineiro e a Copa do Brasil na categoria sub-15. “O detalhe é que ele é sub-14, porém o presidente do Atlético gostou do perfil do Pepe. Ele está com 1,81m com 14 anos recém-completos e já está com contrato de três anos”, explica a família do goleiro. 

Até o ano passado, Pepe estudava no Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires, em Laguna. Ao Diário do Sul, os pais explicaram que o garoto, que está no 9º ano, já tem uma vaga reservada em uma escola na nova cidade, Pirapora. “Ele é um menino superestudioso e dedicado, sempre tira notas boas”, revela a mãe, Mariana. 

Em Minas Gerais, Pepe vai morar no alojamento do time. De acordo com a família, o clube dará o suporte necessário ao atleta, como atendimento médico, dentista, psicólogo, psicopedagoga e alimentação. 

“Eu e meu esposo estamos nos programando para ir uma vez ao mês ver ele. O nosso coração está apertado em deixar ele ir morar longe, pois todos temos uma relação muito boa. O Pedro sempre foi um filho muito parceiro e carinhoso, mas esse é o sonho dele, então vamos apoiá-lo em tudo”, ressalta Mariana.

Quer receber notícias de Tubarão e região? Clique aqui.
Diário do Sul
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a nossa Política de Privacidade. FECHAR