16 DE JULHO DE 2024
Fechar [x]

RAMIRES LINHARES

10/07/2024 06:00

Cavernas

Bom dia, boa tarde, boa noite, conforme a ocasião. 

A crônica de hoje é baseada em um bom texto do professor Felipe Felisbino. Daqueles textos que eu queria ter escrito, por isso mesmo, segue adaptado aqui, com a aquiescência do amigo, escriba de mão cheia:

 “O passado com suas lições contemporâneas. O mito da caverna, de Platão, é um exemplo.  Imagine que você, desde criança, fosse acorrentado em uma caverna numa posição que só permitisse ver sombras em uma parede. Mas chega o dia que alguém lhe diz que esse mundo que você vê é apenas uma ilusão. Haja força e faculdade para imaginar que possa existir algo mais para se fazer na vida, além de assistir às sombras projetadas na parede. 

O estímulo para descobrir a verdade surge dentro e fora de você. Porém, você precisa decidir se vai seguir essa voz em busca da verdade ou continuar na sua vida de sempre.
No mito da caverna, um homem sai, luta contra as correntes e vai seguindo uma luz no meio da escuridão. Após alguma dificuldade, enfrentando a luz que arde em seus olhos e os obstáculos encontrados pelo caminho, ele encontra a saída e descobre o mundo como ele é. 

A lealdade faz que ele volte para contar aos outros, pois sente que não será feliz sabendo que os demais estão acorrentados na caverna, vivendo uma ilusão. Não é fácil voltar, mas ele volta e eis que não é compreendido. 

Algumas pessoas estão presas e hipnotizadas em suas verdades, crenças, valores, programas a que assistem e às pessoas que escutam fazem com que não percebam estar vivendo uma ilusão.

Convivemos com pessoas que montaram o “esquema” da caverna, a estrutura das correntes e são responsáveis por decidir quais são as “imagens” que hipnotizam as pessoas. Elas conhecem o mundo lá fora, mas escolhem manipular as pessoas e mantê-las dependentes, ao invés de libertá-las. 

A falta de discernimento pode levar o acorrentado a preferir viver a dor e a ilusão do já conhecido a arriscar-se em direção a uma situação melhor...”


Whatsapp

Amiga minha estava com o celular do namorado quando chega uma mensagem via Whatsapp:
- Ei Rodrigo, vem para cá. Tá cheio de mulher aqui, cara.
Ela digitou uma resposta:
- Aqui é a namorada dele.
Não deu 5 segundos já veio a explicação:
- Pois é. Diz pra ele que não vai dar para pagar a conta de luz que ele mandou, porque aqui na lotérica tá cheio de mulher na fila. Se ele puder vir me buscar eu agradeço...

Papo de casal casado

- Amooor, com quantas mulheres você já ficou?
- Além de você?
- Sim, além de mim.
- Ah, umas cinco ou seis...
- Até que foram poucas, né?
- Sim, esta semana está fraca...

Dragagem

O governador em exercício, deputado Mauro de Nadal, estará em Tubarão nesta quinta-feira. Na Acit, às 10h, o governador anunciará emenda no valor de R$ 5 milhões para elaboração de projeto executivo da dragagem do Porto de Laguna e remodelagem dos molhes. A bancada de deputados que representa o Sul estará acompanhando Nadal.

Música

Pessoas são como músicas. Algumas nós gostamos desde a primeira vez que ouvimos, outras vamos gostando com o tempo. São feitas para que a gente ouça, compreenda e curta. Muitas tocam na nossa vida, mas tem aquelas especiais, que se tornam a nossa trilha sonora. E, é claro, tem também muita “Casca de bala”, “Lepo, lepo”...
 

Cooperativistas

Coordenado pelo professor Alexsandro Silveira, o curso Mulheres Cooperativistas, promovido pela Copagro, teve sua formatura na última segunda-feira, quando 26 mulheres ligadas ao cooperativismo receberam seus certificados, após 4 meses de encontros semanais. O presidente da Cooperativa, Dionísio Bressan Lemos, falou aos presentes no evento e anunciou uma nova etapa do curso para breve, estendendo a ação também aos jovens cooperativistas.
 

Rotary

O amigo Jhon Cardoso, ao lado da esposa, Sabrina, assumiu a presidência do Rotary Club de Tubarão, em noite festiva na última semana. Sucesso ao presidente em sua gestão!
 

Salve

Um salve ao maninho Geraldo Cardoso Alves, com sua Kênia, curtindo uma dessas noites frias na região.


Frase solta, que deveria estar presa:
“Com algumas pessoas eu iria até o fim do mundo... deixava-as lá e voltava.”

 

Diário do Sul
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a nossa Política de Privacidade. FECHAR