16 DE JULHO DE 2024
Fechar [x]

LÚCIO FLÁVIO

06/06/2024 06:00

O vice ideal para Soratto e Stüpp

Não se sabe quem vai ganhar as eleições deste ano em Tubarão. É preciso esperar o dia 6 de outubro e, no final desse dia, ver qual foi a escolha feita pela maioria dos eleitores. Mas a política se alimenta nessa época pré-eleitoral de especulações, pesquisas, enquetes e muitas conversas. Até o fim deste mês os partidos fecham as coligações e aí é possível saber quem tem mais chances de vencer, ou pelo menos começa a campanha com mais favoritismo.

O favoritismo que seria de Caio Tokarski, não fosse a Operação Mensageiro, caiu no colo do deputado Estêner Soratto. Desde o ano passado, é o candidato que vários partidos querem indicar o vice. Mas quem seria o vice ideal para Soratto? Se for do PP ou PSD, ele leva junto o desgaste da atual administração. O MDB está enfraquecido em Tubarão. E alguns membros do PL acham que nem precisam de coligação, poderiam vencer a eleição com chapa pura.

O segundo nome mais bem cotado é o do ex-prefeito Carlos Stüpp, segundo as pesquisas internas dos partidos. Ele conversou diversas vezes com o MDB, para uma possível coligação. O União Brasil lançou Deka May, o terceiro nome mais bem avaliado em pesquisas internas dos partidos. O PSD lançou o empresário Denis Matiola, o Progressistas lançou Dr. Jean e o PT não conseguiu convencer o ex-prefeito Olavio Falchetti a disputar mais uma eleição.

Ainda pode entrar nesta disputa o ex-governador Moisés, embora pouco provável que isso aconteça. Se ele disputar, imagina-se que o governador Jorginho empenhe-se ainda mais na campanha de Soratto, e talvez até o próprio Bolsonaro venha a Tubarão, ou pelo menos faça alguns vídeos, dadas as diferenças que não foram acertadas entre o ex-governador e o ex-presidente. Por isso, a entrada de Moisés no páreo pode fortalecer a campanha de Soratto.

Da mesma forma, quaisquer que sejam os candidatos de PP ou PSD, que ocupam atualmente a prefeitura, deverão enfrentar uma campanha onde terão de responder muitas perguntas, as quais a Justiça ainda nem decidiu, sobre a Operação Mensageiro. É um desgaste que será muito explorado na campanha, o que também favorece Soratto. Mas se os dois partidos, que têm fortíssimos candidatos a vereador, apoiarem Stüpp, a balança começa a equilibrar.

Sobra Deka May. Para mim, ele será o fiel da balança nesta eleição, caso se configure essa polarização entre Soratto e Stüpp. Imaginando Soratto/Dionísio sem coligação contra uma frente ampla, uma chapa Stüpp/Deka, com o apoio de PP e PSD, é briga de cachorro grande. Por isso, suponho que o PL deve tentar atrair Deka May para a chapa de Soratto. Uma chapa Soratto/Deka, dois filhos de ex-prefeitos, fica ainda mais forte para o PL, que já tem o 22.

Diário do Sul
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a nossa Política de Privacidade. FECHAR