24 DE MAIO DE 2024
Fechar [x]

LÚCIO FLÁVIO

06/02/2024 06:00

Brasil ao Cubo é empresa tubaronense

A pandemia de covid levou dor e tristeza para mais de 700 mil famílias de brasileiros, mas também foi uma oportunidade para que um tubaronense desenvolvesse uma ideia muito lucrativa. Foi o caso do empresário Ricardo Mateus, que viu a empresa que fundou, a Brasil ao Cubo, dar um salto no faturamento de 400% durante a pandemia, e fechar 2022 com um faturamento de R$ 408 milhões.
A empresa construiu quatro hospitais de campanha durante a pandemia, em 115 dias. Tamanho sucesso chamou a atenção da revista Exame, que projetou que o faturamento da empresa tubaronense deve ter chegado aos R$ 650 milhões no ano passado. Presente em 13 estados, hoje a empresa conta com 1.000 funcionários, segundo Ricardo contou na entrevista - com idade média de 32 anos, ressaltou.
Hoje a Gerdau é sócia da Brasil ao Cubo, tem 44% das ações, a Dexco (antiga Duratex) tem 19%, mesmo percentual do fundador, que é o CEO do grupo. As demais ações estão distribuídas entre sócios minoritários. Essa construtora especializada em construção modular fez até uma obra em Tubarão, próxima ao Farol Shopping, o Edifício Level. A empresa diz que construiu os oito andares em apenas 100 dias.  
Abordo o assunto porque muita gente desconhece a importância dessa grande empresa para a cidade. Provavelmente, logo estarão patrocinando os times locais, como faz a Havan com o Brusque. Quem sabe o futsal, que tão bem leva o nome do município Brasil afora e também precisa do apoio dos nossos grandes empresários. É de gente com o olhar social de Ricardo Mateus que Tubarão precisa.

Diário do Sul
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a nossa Política de Privacidade. FECHAR