MENU

CANAL DS


 
 


Retirada de ponte foi iniciada sexta


A demolição da ponte de Congonhas, definida após a estrutura sofrer um deslocamento causado pela passagem de veículos pesados, teve início ontem pela manhã, em uma ação conjunta das prefeituras de Tubarão e Jaguaruna. A equipe da secretaria de Infraestrutura de Tubarão iniciou a demolição retirando a cabeceira da ponte do lado da Cidade Azul, e também foram levados alguns tablados. O serviço, porém, teve que ser interrompido devido à chuva, e será retomado na próxima segunda-feira. A previsão é que até sexta-feira a ponte tenha sido completamente removida. "O trabalho é demorado, pois é feito praticamente manualmente. Como a demolição gera um passivo ambiental, temos que ter cuidado para não deixar nada cair no rio", explica o secretário de Infraestrutura, Ismael Medeiros. A decisão de demolir a ponte foi tomada em consenso pelos prefeitos de Tubarão, Olavio Falchetti, e de Jaguaruna, Luiz Napoli, em reunião realizada na quinta-feira, na prefeitura de Tubarão. A ponte foi interditada na noite da última terça-feira devido aos danos na estrutura. Em dezembro, as duas prefeituras instalaram traves metálicas para limitar a altura e o peso dos veículos que transitam pelo local em, no máximo, 2,5 toneladas. As traves foram rompidas com maçaricos e a movimentação de veículos pesados fez com que alguns pilares cedessem. No entanto, nem mesmo a interdição da ponte impediu pedestres e motociclistas de atravessarem o local. "Com a retirada das cabeceiras, a ponte fica sem acesso e intransitável", afirma Ismael. Pelo lado de Jaguaruna, um trabalho semelhante foi realizado. Projeto A construção de uma nova ponte, desta vez em concreto, é reivindicada junto ao governo do Estado. Na última quinta-feira, durante a reunião entre os prefeitos, Olavio entrou em contato com o diretor-geral da Secretaria de Desenvolvimento Regional, Pedro Souza, e ele informou que a empresa Iguatemi, de Florianópolis, está elaborando o projeto. A previsão de entrega, segundo os engenheiros da empresa, é para início de fevereiro. Só depois disso é que a obra poderá ser licitada. A nova estrutura terá 64 metros de extensão e oito metros de largura, com duas pistas de rolamento e passagens para pedestres. A capacidade da nova ponte será para veículos de até 45 toneladas. Em coletiva de imprensa realizada na quinta-feira, os prefeitos de Tubarão e Jaguaruna não informaram uma previsão de prazo para que a obra seja iniciada.







 




Paginação: [ 1 ] 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26







MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL