MENU

CANAL DS


 
 


Centro de Zoonoses: em 45 dias


TUBARÃO – Até o dia 15 de fevereiro, a empreiteira responsável pela construção do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Tubarão deve entregar a obra completa. Em mais alguns dias, até o fim da semana que vem, pelo menos uma das salas da área administrativa deve ser entregue para uso dos veterinários para o atendimento aos 70 animais que estão no local. Uma comitiva formada pela secretária de Saúde, Beth Xuxa, o vereador Deka May (PP) e o presidente da ONG Movimenta-Cão, Francisco Beltrame, estiveram vistoriando as obras. Nesta segunda-feira, a ONG denunciou problemas como a falta de medicação e casos de supostos maus-tratos a dois animais. Um deles estava contaminado com cinomose e o vídeo, feito por voluntários do Movimenta-Cão, mostrava o animal tendo uma crise provocada pela doença. “Esta questão dos medicamentos já está resolvida. Os remédios que os veterinários precisam são produtos que têm na farmácia básica e podemos disponibilizar algumas caixas, como é o caso de antibióticos. O empreiteiro se comprometeu em entregar uma das salas para que eles possam realizar o atendimento. Já que hoje não há um espaço adequado, eles estão usando uma das baias para realizar os procedimentos e ministrar a medicação”, explica Beth. O filhote que estava com cinomose morreu durante o fim de semana e, segundo o veterinário Eduardo Menezes Battisti, a evolução da doença foi muito rápida. “Na sexta-feira ele foi medicado com remédios de ação prolongada. A cinomose pode ter uma piora rápida. Se tivéssemos feito a eutanásia antes, poderiam nos acusar de não ter tentado salvar o animal. Tentamos o que podíamos, mas a taxa de sobrevivência desta doença é muito baixa”, esclarece Eduardo. Segundo a secretária, faltou comunicação com a secretaria para que providenciasse o material que faltava. “Se tivessem nos pedido, teríamos fornecido a medicação. Assim como é entregue a ração necessária para alimentar os animais”, afirma Beth. Em média, são gastos 40kg de ração por dia. Regulamentação – O projeto de lei que cria e regulamenta o CCZ está com a procuradoria jurídica da prefeitura, que faz uma avaliação da proposta. “Assim que estiver com o texto revisado, vamos enviar para a Câmara de Vereadores, o que deve ocorrer no início de fevereiro, para que assim que a obra esteja pronta, o local possa funcionar plenamente”, ressalta Beth.







 




Paginação: [ 1 ] 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26







MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL