MENU

NOTÍCIAS


TODAS | EDIÇÃO DE HOJE | DA REDAÇÃO | DIVERSÃO | ESPORTES | GERAL | POLÍTICA | SEGURANÇA

29/06/2019, 06:00

Obra da passarela é paralisada pela segunda vez


 
redacao@diariodosul.com.br
Dê a sua opinião
Comentários ou sugestões
Envie esta
notícia por e-mail
 

As obras da passarela de concreto em frente à Unisul passam por mais um revés. Pela segunda vez desde que foi iniciada sua construção, em março, os trabalhos precisaram ser paralisados por conta de entraves jurídicos impetrados pela outra empresa que participou da concorrência. Agora, é preciso aguardar a decisão do Tribunal de Contas.

Segundo o secretário de Urbanismo, Mobilidade e Planejamento, Nilton de Campos, quando foi realizada a licitação, duas empresas se apresentaram. O processo passa por duas etapas, e a primeira delas é a habilitação. Neste momento, apenas uma apresentou um dos pontos exigidos, que era acervo individual de obras específicas relacionadas à construção de pontes. “A empresa que foi inabilitada só apresentou o acervo em forma de consórcio, o que é rejeitado pelo Tribunal de Contas", explica.

A empresa vencedora da licitação, já habilitada, iniciou as obras em março. Pouco tempo depois, a empresa concorrente ingressou na Justiça comum, segundo Nilton, com o pedido de paralisação da construção, que foi aceito pelo juiz. “A prefeitura, então, foi intimada a apresentar contraprovas, o que foi feito, e novamente as obras puderam ser retomadas”, diz.

Porém, outra vez a empresa concorrente, de São José, recorreu ao Tribunal de Contas com um pedido cautelar, que foi negado de pronto, de acordo com o secretário. “Então, agora, a empresa entrou com um agravo no Tribunal de Contas, que emitiu uma liminar paralisando a obra, e mais uma vez precisamos apresentar as contraprovas. Agora, já entregamos toda a documentação necessária, e estamos aguardando o julgamento pela Câmara de Direito Público do Tribunal para podermos dar prosseguimento a esta importante e necessária obra”, pontua Nilton.


A obra
A travessia de concreto armado protendido terá cerca de quatro metros de largura – dois metros livres para a ciclofaixa e 1,5 metro livre para os pedestres e cadeirantes. A passarela ficará apoiada sobre quatro colunas, além das duas colunas nas cabeceiras. O projeto prevê, ainda, a instalação de todo o sistema de iluminação.



Veja tudo sobre: passarela, obras, licitação
 


OUTRAS NOTÍCIAS



SEGURANÇA

Uma pessoa morre em acidente

29/06/2019, 06:00

ESPORTES

Evento vai reunir mais de 140 skatistas

29/06/2019, 06:00

ESPORTES

Novidade em breve no Hercílio Luz

29/06/2019, 06:00

GERAL

Hospital de Laguna fica sem atendimento eletivo

29/06/2019, 06:00







MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL