MENU

NOTÍCIAS


TODAS | EDIÇÃO DE HOJE | DA REDAÇÃO | DIVERSÃO | ESPORTES | GERAL | POLÍTICA | SEGURANÇA

25/06/2019, 06:00

Dia do Imigrante: a acolhida que muda muitas vidas


Micheline Zim 
redacao@diariodosul.com.br
Dê a sua opinião
Comentários ou sugestões
Envie esta
notícia por e-mail
 


Créditos: Guilherme Corrêa/DS

Os venezuelanos Guadalupe Izabel, 42 anos, e Ali Ortega, 39, têm mais do que a nacionalidade em comum. Ambos são imigrantes, vieram há duas semanas para Tubarão com suas famílias e agora dividem a mesma casa para dar início à nova vida. Eles são apenas dois dos muitos que chegam, quase semanalmente, na cidade e que têm hoje a comemoração do Dia do Imigrante.

Guadalupe veio com o marido e a filha de 12 anos para Tubarão através da Cáritas Brasileira e teve aqui a acolhida que precisava. Ali, por sua vez, veio com a mulher e os três filhos (um casal de gêmeos de seis anos e mais um menino de 11) para não apenas buscar uma nova vida bem distante dos graves problemas econômicos e políticos enfrentados pelo seu país. Ele veio em busca da cura para sua esposa, que tinha tumor cerebral. Ao que tudo indica, ambos estão conseguindo alcançar seus objetivos na Cidade Azul.

Tanto para Guadalupe quanto para Ali, a acolhida em Tubarão foi das melhores. Os dois e suas respectivas famílias estavam há aproximadamente oito meses em Boa Vista (Roraima) e afirmam, categóricos, que não há nem como comparar as duas cidades. “Aqui é muito melhor, na hospitalidade e no próprio clima. Queremos formar nossa vida aqui, com certeza”, garantem.

O marido de Guadalupe já está trabalhando e a filha, na escola. Já para Ali, a espera agora se dá primeiro pela recuperação da esposa, que foi operada há uma semana pelo neurocirurgião Marcos Ghizoni.

“Conseguimos, através de uma grande corrente de amizades, que esta cirurgia fosse realizada. Lá em Roraima ela ficou dois meses internada e nada foi feito. Agora é esperar  pela sua recuperação e seguirmos nossa nova vida aqui”, diz.


Cáritas Diocesana

A casa onde moram é mantida pela Cáritas, segundo a presidente da Cáritas Diocesana em Tubarão, Daizi Volpato. Ela explica que outras cinco casas acolhem imigrantes, que vêm não apenas da Venezuela, como do Haiti e também da África. “Começamos em 2010, construindo uma casa para alguns haitianos que aqui chegaram e nos procuraram. Logo após, precisamos construir mais outra e depois outra. Outras três alugamos para que pudéssemos receber mais imigrantes. Até hoje, já atendemos mais de 100 durante este período”, conta. Daizi explica que por três meses a família é mantida com aluguel, pagamentos de contas de luz e água, que são pagas pela Cáritas. “Além disso, fazemos campanhas para arrecadação de roupas e alimentos, e também auxiliamos com documentação e busca de vagas no mercado de trabalho. Assim que eles se estabelecem, saem da casa para dar lugar a novos imigrantes”, diz.


Brasil recebeu 1 milhão de imigrantes este ano

O Dia do Imigrante é comemorado hoje no Brasil. Esta data foi criada para homenagear essas pessoas, que deixam para trás amigos e família em busca de melhores condições de vida, além de colaborarem para o crescimento do país que se destinam.

Pesquisa recentemente divulgada pelo Instituto Gallup, dos Estados Unidos, indica que 750 milhões de pessoas sonham em morar em um país diferente. Um em cada seis adultos do planeta sonha em imigrar.

Um relatório da ONU estima que existam 250 milhões de expatriados no mundo, entre legalizados e ilegais.

Dados do Departamento de Migrações do Ministério da Justiça, divulgados em janeiro deste ano, revelaram que o Brasil já havia recebido 1,1 milhão de imigrantes e 7 mil refugiados.

Dados da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) mostram que na Suíça, por exemplo, a acolhida de imigrantes ocasionou aumento na arrecadação e crescimento do PIB em 2%.

Levantamento da Organização Internacional para Migrações (OIM) mostrou que a maioria dos imigrantes / refugiados está na faixa etária economicamente ativa, tendo entre 25 e 49 anos.

No Brasil, 34% dos imigrantes e refugiados concluíram o ensino superior e 90% falam português, como mostrou levantamento da Agência Acnur, da ONU.



Veja tudo sobre: imigrante, dia do imigrante
 


OUTRAS NOTÍCIAS



ESPORTES

Corrida do Bem reúne mais de 560 atletas em Tubarão

25/06/2019, 06:00

ESPORTES

Ciclista tubaronense participará de prova internacional

25/06/2019, 06:00

SEGURANÇA

Atropelamento mata homem na BR-101

25/06/2019, 06:00

GERAL

Um novo Mercado Público com nova vista

25/06/2019, 06:00







MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL