MENU

NOTÍCIAS


TODAS | EDIÇÃO DE HOJE | DA REDAÇÃO | DIVERSÃO | ESPORTES | GERAL | POLÍTICA | SEGURANÇA

22/06/2019, 06:00

Cessão de área para parque industrial não foi renovada


 
redacao@diariodosul.com.br
Dê a sua opinião
Comentários ou sugestões
Envie esta
notícia por e-mail
 


A área localizada ao lado da Usina Fotovoltaica e do aerogerador da Engie, de 80 mil metros quadrados, onde seria implantado um Parque Industrial, não será mais utilizada para este fim. As obras de aterro chegaram a ser feitas no final de 2015 e ínício de 2016 em metade do terreno, que também foi recoberto com argila, em uma parceria com a prefeitura na gestão passada e a Engie. Na época, a Tractebel (atualmente, Engie) foi a responsável pelo aterro do local, enquanto a prefeitura fez a recapagem com argila.

O local do que seria o parque industrial tem 56 hectares, e aproximadamente 40 hectares seriam ocupados, segundo informações da prefeitura em 2015. A área deveria ser utilizada por empresas que quisessem se instalar ou se expandir em Tubarão.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico da prefeitura de Tubarão na atual gestão, Giovani Bernardo, tão logo esta administração tomou conhecimento desta área, entrou em contato com a Engie para dar continuidade ao projeto, porém a empresa não demonstrou interesse em renovar a parceria.

Segundo a empresa, por nota, o memorando de entendimentos entre a Engie Brasil Energia e a prefeitura de Tubarão previa um prazo de cinco anos para a implantação do Parque Industrial. Este prazo encerrou em 23 de novembro de 2018 sem que seu objeto fosse implementado.

“Antes disso, em outubro de 2018, a prefeitura de Tubarão solicitou a prorrogação do memorando. A Engie Brasil Energia, após avaliar o pedido, não prorrogou a parceria pelos seguintes motivos: a empresa está dando continuidade ao projeto de P&D Aneel, que visa ao desenvolvimento e certificação de um novo gerador eólico, de 4,0 MW, que será construído na área referida no memorando de intenções. Este novo aerogerador será o primeiro equipamento genuinamente nacional, totalmente desenvolvido pela WEG em parceria com a companhia”, diz a nota.

De acordo com a Engie, a empresa também inicia um projeto que prevê o desenvolvimento e a avaliação técnica, regulatória e econômica de um sistema de armazenamento de energia, o qual será implementado na Usina Fotovoltaica Cidade Azul – UFCA, com necessidade de estudos e reconfiguração desta usina. “Os resultados deste projeto poderão, em um futuro breve, viabilizar a implantação de um condomínio solar, ao lado da UFCA, onde a área ora em discussão passaria a ser estratégica para a ampliação”, explica.

“A companhia se mantém atenta a novas oportunidades de desenvolvimento regional, e está à disposição para discutir novas iniciativas e oportunidades de parceria com o município”, conclui a nota.


Parque Industrial São João

Descartada a possibilidade de um parque industrial na área em questão, a atual gestão da prefeitura de Tubarão desenvolveu um projeto de um outro parque industrial, desta vez localizado no bairro São João. Lá, todas as licenças já foram dadas e os contratos foram assinados para que futuramente empresas venham se expandir ou se instalar no local. De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Giovani Bernardo, o município está prospectando excelentes negócios para a área, que já tem como certa a instalação do Sest/Senat (Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte). “Lá, realmente será o primeiro parque industrial do município”, pontua o secretário.



Veja tudo sobre: parque industrial, pmt, engie
 


OUTRAS NOTÍCIAS



SEGURANÇA

Homem é preso por porte ilegal de arma

22/06/2019, 06:00

SEGURANÇA

Homem é preso com maconha

22/06/2019, 06:00

SEGURANÇA

Botijão pega fogo

22/06/2019, 06:00

GERAL

Prefeitura avalia local de nova sede, em BN

22/06/2019, 06:00







MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL