MENU

NOTÍCIAS


TODAS | EDIÇÃO DE HOJE | DA REDAÇÃO | DIVERSÃO | ESPORTES | GERAL | POLÍTICA | SEGURANÇA

16/05/2019, 06:00

Região tem protestos a favor da Educação


 
redacao@diariodosul.com.br
Dê a sua opinião
Comentários ou sugestões
Envie esta
notícia por e-mail
 


Créditos: Luís Claudio Abreu/Agora Laguna/DS

O dia ontem foi de protestos na região. Em Laguna, centenas de estudantes foram às ruas para protestar contra o corte de recursos para a Educação anunciado pelo governo federal. Em Tubarão, a manifestação ocorreu à noite, em frente ao shopping universitário da Unisul.

Em Tubarão, a manifestação foi organizada pelo Movimento Estudantil Independente, juntamente com os Centros Acadêmicos de História, Medicina e Comunicação Social da Unisul. Eles utilizaram as redes sociais para convidar os estudantes. “O ato é uma resposta contra os cortes de verbas nas universidades e institutos federais, bem como na Educação Básica, e serão afetados todos os que têm bolsas de estágio e iniciação científica. Devemos nos juntar à luta das universidades federais contra o desmonte da pesquisa e da Educação! Lembrando que não se trata de um movimento partidário, mas, sim, um momento de lutar pelo direito à Educação de qualidade!”, dizia o convite.

Em Laguna, estudantes da Udesc organizaram o ato, que teve cartazes com frases como: “A Udesc também é nossa” e “Alunos também precisam ser ouvidos”. O ato foi contra os cortes de 10% no duodécimo da universidade, propostos pelo governo estadual. A manifestação foi realizada na sede da Udesc, e também teve passeata e panfletagem no Centro Histórico.

Segundo os estudantes, o principal reflexo do corte será nos projetos de extensão. Aproximadamente 120 pessoas participaram do protesto. Dois abaixo-assinados também foram feitos, um contra os cortes na Educação e outro contra a reforma da previdência proposta pelo governo federal.

Segundo a presidente do Sinpaaet (Sindicato dos Professores e Auxiliares de Administração Escolar de Tubarão), Patrícia Schlickmann Orlandi, a categoria não se mobilizou para este ato, mas é totalmente a favor da manifestação.

O Ifsc (Instituto Federal de Santa Catarina) emitiu uma nota oficial a respeito dos cortes. “Passados dez dias do bloqueio de 37,18% dos recursos destinados às despesas de custeio e investimento, o Instituto Federal de Santa Catarina (Ifsc) manifesta-se para atualizar a comunidade sobre as tratativas empreendidas pela gestão local em articulação com os movimentos e representações estudantis, Ministério da Educação (MEC), Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), Senado Federal e Câmara dos Deputados. Nesta quarta-feira (ontem), as representações estudantil e sindical promoverão mobilizações nos campi e reitoria contra os bloqueios e em defesa da Educação Pública”, diz a nota.

 

Manifestações ocorreram em todo o país

Todos os estados e o Distrito Federal registraram ontem manifestações contra o bloqueio de recursos para a Educação anunciado pelo Ministério da Educação (MEC). Houve atos em ao menos 173 cidades. Universidades e escolas também fizeram paralisações após a convocação de entidades ligadas a sindicatos, movimentos sociais e estudantis e partidos políticos.

Em Santa Catarina, os manifestantes também protestaram. Além de Tubarão e Laguna, Florianópolis, Itajaí, São Francisco do Sul, Lages, Concórdia, Chapecó, São Miguel do Oeste, Blumenau, Joinville, Jaraguá do Sul, Criciúma e Camboriú também fizeram atos.


Professores também pararam

Além dos movimentos, também aconteceram atos macrorregionais contra a reforma da previdência e cortes na Educação convocados pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Santa Catarina (Sinte-SC). Na região Sul, a manifestação aconteceu em Criciúma, e reuniu centenas de educadores da região.



Veja tudo sobre: educação, protesto
 


OUTRAS NOTÍCIAS



ESPORTES

Fechado em 2016, Salgadão reabre hoje

16/05/2019, 06:00

GERAL

Banco de Leite precisa de doações

16/05/2019, 06:00

GERAL

Menino de Jaguaruna ganha cirurgia de correção

16/05/2019, 06:00

SEGURANÇA

Bebê engasgado é salvo por policiais

16/05/2019, 06:00







MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL