MENU

NOTÍCIAS


TODAS | EDIÇÃO DE HOJE | DA REDAÇÃO | DIVERSÃO | ESPORTES | GERAL | POLÍTICA | SEGURANÇA

08/05/2019, 06:00

Morte completa um ano sem data para julgamento


 
redacao@diariodosul.com.br
Dê a sua opinião
Comentários ou sugestões
Envie esta
notícia por e-mail
 


A morte da modelo gaúcha Isadora Viana Costa, de 22 anos, completa um ano hoje. O crime aconteceu em Imbituba. O investigado do feminicídio, um oficial de cartório da cidade, deverá ser submetido a júri popular, ainda sem data definida. Ontem, familiares da jovem morta foram até a Câmara de Vereadores de Santa Maria pedir apoio por justiça para o caso.

O oficial de cartório foi preso em 17 de julho, mas em novembro do ano passado conseguiu um habeas corpus junto ao STF e foi solto no dia 29 do mesmo mês. Segundo a denúncia do Ministério Público, no dia da morte de Isadora, o casal fazia uso de álcool e drogas, e, por um momento, a jovem acreditou que o réu estivesse passando mal. Ela, então, chamou a irmã do acusado, que foi até a residência acompanhada do noivo, os quais, após arrombarem a porta do quarto do réu, viram que ele estava bem.

O oficial de cartório estaria tentando esconder dos familiares seu vício em drogas e, após a irmã e o noivo saírem do local, teve um ataque de fúria e investiu contra a jovem, desferindo-lhe diversos golpes. Segundo o médico legista, ela apresentava lesões compatíveis com múltiplas joelhadas, socos e chutes, tendo como causa da morte trauma abdominal.



Veja tudo sobre: imbituba, caso isadora viana costa
 


OUTRAS NOTÍCIAS



ESPORTES

Em casa, Leão conquista vitória por 1 a 0

08/05/2019, 06:00

GERAL

580 atletas participam de maratona

08/05/2019, 06:00

ESPORTES

Tubarão perde para líder da Liga Futsal

08/05/2019, 06:00

GERAL

Baleia jubarte é encontrada morta

08/05/2019, 06:00







MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL