MENU

NOTÍCIAS


TODAS | EDIÇÃO DE HOJE | DA REDAÇÃO | DIVERSÃO | ESPORTES | GERAL | POLÍTICA | SEGURANÇA

04/05/2019, 06:00

IFSC: atividades poderão ser reduzidas após bloqueio


 
redacao@diariodosul.com.br
Dê a sua opinião
Comentários ou sugestões
Envie esta
notícia por e-mail
 

A  reitora do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), Maria Clara Kaschny Schneider, se manifestou nessa sexta-feira sobre o bloqueio de 37% no orçamento anunciado pelo governo federal. Ela afirma que os institutos federais e outras instituições atingidas já estão se mobilizando para evitar os danos à comunidade acadêmica e à sociedade como um todo.

Em vídeo publicado nas redes sociais do Ifsc, a reitoria comentou sobre as consequências que o corte vai causar nas atividades do segundo semestre deste ano. Segundo Maria Clara, o bloqueio será de R$ 23,5 milhões, o que representa 37,18% do orçamento global da instituição.

“Um bloqueio dessa ordem nos deixa preocupados porque interfere nas atividades, prejudicando e até paralisando as atividades ao longo do segundo semestre. Esse recurso é o que faz a instituição funcionar, e afeta diretamente ensino, pesquisa e extensão. Então, estamos replanejando aulas práticas, visitas técnicas, toda a questão do cumprimento dos nossos contratos, como contrato com vigilância, de limpeza, água, luz, e tudo mais que tem um impacto direto na própria atividade-fim da instituição”, explicou a reitora.

“Nossa preocupação é muito forte com os nossos 50 mil estudantes, mas também é uma preocupação para além, pois a instituição atende desde a formação inicial e continuada, qualificando trabalhadores. Atende Proeja (Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos), cursos técnicos, formação de professores, graduação, pesquisa aplicada. E esse impacto não é somente nos nossos 50 mil estudantes. Ele é um impacto na sociedade catarinense, na cadeia do desenvolvimento econômico e social”, relatou Maria Clara, no vídeo.

 A reitoria do Ifsc ainda completa que está solicitando que esse bloqueio seja revisto, para que a instituição tenha segurança e tranquilidade para manter o funcionamento pleno no segundo semestre.


CURSO COM NOTA MÁXIMA

O curso superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, do Instituto Federal de Santa Catarina (Ifsc), em Tubarão, obteve o conceito 5 na avaliação do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). A nota máxima encaminha o processo de reconhecimento do curso por parte do Ministério da Educação (MEC).

Os avaliadores do Inep estiveram no campus Tubarão nos dias 22 e 23 de abril. “É um reconhecimento pelo trabalho que vem sendo feito, não só no ensino, mas em pesquisa e extensão, além da inserção dos nossos estudantes no mercado de trabalho da região. E uma mostra de que o projeto pedagógico, que é o documento norteador do curso, está dando certo”, comemora o professor Alexssandro Antunes, coordenador do curso.



Veja tudo sobre: ifsc, educação
 


OUTRAS NOTÍCIAS



GERAL

Projeto de reforma do Mauá é apresentado

04/05/2019, 06:00

ESPORTES

Novidade em breve no Hercílio Luz

04/05/2019, 06:00

GERAL

Ivane Fretta: iluminação foi licitada pela Celesc

04/05/2019, 06:00

SEGURANÇA

Uma pessoa morre em acidente

04/05/2019, 06:00







MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL