MENU

NOTÍCIAS


TODAS | EDIÇÃO DE HOJE | DA REDAÇÃO | DIVERSÃO | ESPORTES | GERAL | POLÍTICA | SEGURANÇA

01/04/2019, 06:00

ditadura


 
redacao@diariodosul.com.br
Dê a sua opinião
Comentários ou sugestões
Envie esta
notícia por e-mail
 

Uma matéria especial, escrita pelo jornalista Guilherme Simon, do DS, aponta que a região de Tubarão teve 80 presos políticos identificados durante a ditadura militar. Em Santa Catarina, o total de presos pelo regime soma 694 pessoas, de acordo com o relatório do coletivo Memória, Verdade e Justiça. Grande parte das prisões era ilegal. Os presos, considerados pelo regime pessoas subversivas, comunistas ou terroristas, eram submetidos a longos interrogatórios, ameaças e, muitas vezes, a torturas (leia a matéria completa na página 4 desta edição). Pelo país, durante todo o dia de ontem, manifestações contra e até a favor à ditadura aconteceram em grandes centros. A ditadura militar completou 55 anos neste domingo.

Balneabilidade
O Instituto do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina (IMA) divulgou o último relatório semanal de balneabilidade referente à temporada 2018-2019. Segundo as coletas, realizadas de 25 a 29 de março, a qualidade da água do mar para banho humano teve melhora, chegando a 74,7%. De abril a outubro, os relatórios são divulgados mensalmente.

Geração 2050
O lançamento da segunda edição do projeto Geração 2050, em que alunos da rede municipal de Tubarão são capacitados para o mundo da alta tecnologia, ocorreu na Cidade Azul na última semana. O evento teve a participação do diretor-presidente da Fundação Municipal de Educação, professor Maurício da Silva.

Medalha de ordem do mérito
O juiz Márcio Schiefler Fontes, do Conselho Nacional de Justiça, foi agraciado com a Medalha da Ordem do Mérito do Superior Tribunal Militar, junto com o presidente Jair Bolsonaro. O reconhecimento se deu por sua atuação como um dos assessores do Superior Tribunal de Justiça e pelos serviços prestados ao Judiciário. Em 2017, o juiz analisou o mandado de segurança pedido pela bancada do PMDB para anular a eleição da mesa diretora da Câmara de Vereadores de Tubarão. Ele atuou ainda, no mesmo ano, no Supremo Tribunal Federal (STF), como auxiliar com o ministro Teori Zavascki, falecido em um acidente aéreo em Paraty (RJ). Márcio
atuava especificamente na relatoria dos casos envolvendo a Operação Lava Jato. Após a morte de Teori, solicitou o desligamento do STF e foi transferido para a comarca de Tubarão. Ele acaba de ser designado presidente da comissão de especialistas que formulará o novo Plano Nacional de Política Criminal.

Punido por cumprir lei
O Diário Oficial da União de quinta-feira anunciou a exoneração de José Olímpio Augusto Morelli do cargo de chefia que ocupava no Ibama, autarquia vinculada ao Ministério do Meio Ambiente. Morelli é o servidor que, em janeiro de 2012, multou em R$ 10 mil o então deputado federal Jair Bolsonaro (hoje presidente) por pesca irregular numa estação ecológica no Litoral fluminense. É ele o autor das fotos que mostram Bolsonaro com camiseta e sunga brancas no bote inflável, ao lado de varas de pescar e caixas repletas de peixes. O servidor disse que enxerga ligação entre sua exoneração e a multa aplicada a Bolsonaro. “A conexão é total, fui punido por ter feito minha obrigação”. Bolsonaro nunca quitou a multa e entrou com mandado de segurança na Justiça Federal para conseguir autorização para a pesca amadora no mesmo local em que foi autuado.



Veja tudo sobre: ditadura, geração 2050, ordem do mérito
 


OUTRAS NOTÍCIAS



ESPORTES

Superação dentro e fora das piscinas

01/04/2019, 06:00

SEGURANÇA

Trabalho infantil é discutido em reunião

01/04/2019, 06:00

ESPORTES

Paulinho não passa em exames médicos e é liberado

01/04/2019, 06:00

SEGURANÇA

BR-101, na região Sul, tem reforço para fiscalização

01/04/2019, 06:00







MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL