MENU

NOTÍCIAS


TODAS | EDIÇÃO DE HOJE | DA REDAÇÃO | DIVERSÃO | ESPORTES | GERAL | POLÍTICA | SEGURANÇA

12/03/2019, 06:00

Comentaristas avaliam situação de Leão e Peixe


 
redacao@diariodosul.com.br
Dê a sua opinião
Comentários ou sugestões
Envie esta
notícia por e-mail
 


Créditos: FOTOS: ASSESSORIA HERCÍLIO LUZ/COMUNICAÇÃO CA TUBARÃO/DS

Passadas 12 rodadas do Catarinense, Hercílio Luz e Tubarão seguem na luta contra o rebaixamento, com o Leão levando vantagem por ter uma vitória a mais. A fim de encontrar possíveis caminhos para os dois times, a reportagem do DS conversou com comentaristas esportivos, que avaliaram os erros cometidos pelos clubes e apontaram possíveis mudanças que ajudariam as equipes a escapar da degola.

Para o colunista do DS Carlos Augusto Salvador, os erros de Peixe e Leão começaram ainda antes de a bola rolar. “No Tubarão, faltou sintonia entre comissão técnica, jogadores e direção do clube, que não se entenderam sobre os objetivos. A diretoria, por sua vez, acreditou que a briga seria entre os quatro primeiros, e cometeu o erro de pensar grande demais”, avalia.

No Hercílio, Carlos Augusto considera que a situação foi a oposta, com o time se conformando demais com a posição de brigar apenas pela permanência. “Além disso, alguns jogadores não renderam o que se esperava, como foi o caso de Vinícius Pacheco, e a diretoria esteve muito focada em assuntos extracampo”, afirma.

O comentarista da Rádio Bandeirantes Matheus Aguiar acredita que más escolhas na hora de contratar explicam, em parte, o desempenho decepcionante do Peixe no campeonato.

“Desde o fim do Estadual do ano passado, o clube comete equívocos em contratações. Neste ano, com novos equívocos no plantel e a confiança exagerada no papel, apostando em jogadores muito mais pelo nome do que pelas atuações recentes, o resultado foi um desempenho assustador no Catarinense”, opina.

No caso do Leão do Sul, Matheus Aguiar também considera que houve problemas na montagem do grupo, a começar pelo técnico.

“O clube fez uma escolha arriscada contratando China Balbino. A filosofia defensiva e a passagem recente pelo rival nunca foram esquecidas pelo torcedor. Não funcionou”. Além disso, para Matheus Aguiar, “sobrou quantidade e faltou qualidade no elenco montado”.

Mais simplicidade e fator confronto direto

Ainda de acordo com Matheus Aguiar, a permanência do Tubarão na elite requer mais consistência e coerência. “As escolhas do técnico Gilberto Pereira precisam ser mais simples, com menos trocas no time e na maneira de jogar”, avalia.

O comentarista da Bandeirantes vê o Leão do Sul conseguindo corrigir melhor os erros e com mais chances. “A chegada de um novo supervisor e de um bom técnico ajudaram. A vinda de novos jogadores, principalmente do Nordeste do país, melhoraram o nível da equipe. A vitória contra o Avaí, time de
Série A, gerou muita confiança para a saída do rebaixamento”.

O colunista do DS Carlos Augusto Salvador complementa que, para ambos, a permanência passa pela vitória nos confrontos com os times que também correm risco de cair.

“A chave para escapar do rebaixamento passa pelo confronto direto. Agora, analisando o futebol, acredito que nenhum dos dois está fazendo por merecer estar na primeira divisão”, diz.

VENTURA ACREDITA EM RECUPERAÇÃO
Apesar da situação delicada de ambos, o colunista do DS Eduardo Ventura acredita que os dois times têm condições de escapar do rebaixamento. Também para ele, o Leão está numa situação melhor, pois vem apresentando mais futebol.

“Acredito que o Hercílio está numa situação mais confortável depois da vitória sobre o Avaí. O técnico Oliveira Canindé já conseguiu colocar em prática um pouco da sua filosofia de trabalho, o que deu resultados. O time pode escapar se mantiver o bom retrospecto”, observa.

Sobre a situação do Tubarão, Eduardo Ventura a vê como preocupante, mas acredita que há tempo para recuperação. “Agora, não interessa mais apresentar o bom futebol, mas, sim, vencer os jogos dentro de casa. Precisa ganhar na marra, a começar pelo próximo, contra o Criciúma”, diz.

No momento, a seis rodadas do término da competição, o Peixe é o penúltimo colocado, com sete pontos. Já o Hercílio tem dez, uma posição à frente. Para Ventura, os clubes escapam do rebaixamento somando entre 19 e 20 pontos.



Veja tudo sobre: campeonato catarinense, hercílio luz, atlético tubarão
 


OUTRAS NOTÍCIAS



SEGURANÇA

Grupo especializado em furtos é preso

12/03/2019, 06:00

GERAL

74,5% dos domicílios de SC têm carro

12/03/2019, 06:00

DIVERSÃO

“Aladdin” e “Hellboy” estreiam nas telonas

12/03/2019, 06:00

SEGURANÇA

Homem é preso por divulgar pornografia infantil

12/03/2019, 06:00







MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL