MENU

NOTÍCIAS


TODAS | EDIÇÃO DE HOJE | DA REDAÇÃO | DIVERSÃO | ESPORTES | GERAL | POLÍTICA | SEGURANÇA

11/03/2019, 06:00

Artigo: sucesso na escola, na vida e no trabalho


 
redacao@diariodosul.com.br
Dê a sua opinião
Comentários ou sugestões
Envie esta
notícia por e-mail
 

O mercado de trabalho exige pessoas qualificadas e éticas, no entanto os aprendizes brasileiros, salvo exceções, estão distantes desta realidade. Na rede municipal de ensino de Tubarão, os investimentos subiram de 28,48% (2016) para 32,16% (2017), segundo o Tribunal de Contas de Santa Catarina, e a média salarial dos professores efetivos é uma das melhores do Estado. Já o rendimento dos alunos do 9º ano do ensino fundamental no Ideb caiu de 4,9 (2015) para 4,6 (2017).

Hábitos fundamentais foram abandonados pela maioria das famílias e das escolas, gerando, em consequência, 80% de rescisões contratuais de estagiários, por mau comportamento (IEL, 2010). Isso evidencia que aumentar os recursos para educação básica (três vezes menores que os do ensino superior) é necessário, mas insuficiente para melhorar a aprendizagem. É preciso, também e urgentemente, reescrever a escola.
Ou tais educandos terão dificuldade ao prosseguir os estudos, no mercado de trabalho, e serem potenciais autores ou vítimas da crescente violência, sobretudo quando se evadem da escola. A sociedade perde produtividade e paga mais impostos para assisti-los ou mantê-los encarcerados. 

Havendo aprendizado e atitudes adequadas desde a educação infantil, estes alunos prosseguirão os estudos com maior facilidade, conquistarão melhores empregos e salários, consumirão mais, pagando mais impostos e utilizando menos os serviços públicos. Serão transformados de pessoas que precisaram da ajuda do Poder Público, mantido pelos impostos, em pessoas que poderão ajudar. É o mais eficiente plano econômico e preventivo de segurança.

São as razões pelas quais a Fundação Municipal de Educação de Tubarão, após uma profunda análise, revitalizou os principais fatores que influenciam a aprendizagem e aumentou as exigências para que o aluno seja aprovado (menor exigência resulta, inevitavelmente, em menor esforço e, em consequência, num menor aprendizado).

Tais medidas estão sendo implementadas por meio de capacitação e acompanhamento do magistério, reuniões com pais, motivação dos alunos para uma perspectiva positiva de futuro e medição bimestral dos principais indicadores educacionais (rendimento, evasão, repetência, faltas dos alunos e mestres) – seguidos de rápida intervenção em caso de descontrole.



Veja tudo sobre: mercado de trabalho, estagiários, capacitação
 


OUTRAS NOTÍCIAS



ESPORTES

Paixão pelo esporte abre portas para jovem

11/03/2019, 06:00

GERAL

Ponte danificada por ônibus passará por obras

11/03/2019, 06:00

GERAL

Família busca ajuda para tratamento

11/03/2019, 06:00

SEGURANÇA

Carro incendiado tinha sido furtado em igreja

11/03/2019, 06:00







MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL