MENU

NOTÍCIAS


TODAS | EDIÇÃO DE HOJE | DA REDAÇÃO | DIVERSÃO | ESPORTES | GERAL | POLÍTICA | SEGURANÇA

09/03/2019, 06:00

Reitor da Unisul recebe homenagem de São Martinho


 
redacao@diariodosul.com.br
Dê a sua opinião
Comentários ou sugestões
Envie esta
notícia por e-mail
 


Nascer em uma cidade com menos de quatro mil habitantes, como São Martinho, pode condicionar os moradores a um certo estilo de vida. O estudo, geralmente, fica em segundo plano, já que a mão de obra é necessária para dar continuidade ao sustento da família.

Quando alguém decide romper esse padrão, o impacto pode ultrapassar gerações. Essa ruptura caracterizou a vida de Mauri Luiz Heerdt, cujo destino foi modificado por seu pai, com a formação escolar.

Ao deixar o interior e instalar a família na cidade, seu Pedro, pai de Mauri, nem imaginou que, décadas depois, seu filho se tornaria reitor de uma das maiores universidades de Santa Catarina. E a emoção é recarregada com a iniciativa da Câmara de Vereadores de São Martinho, de homenagear o filho pródigo.

“O diploma de honra ao mérito é também uma forma de homenagear a família, que tanto contribuiu para a minha educação, que possibilitou as experiências que constroem quem somos hoje”, reflete Mauri.

Formado em Filosofia, com especialização em Administração e mestrado e doutorado em Engenharia de Produção, Mauri rompeu barreiras ao sair de São Martinho para estudar em Tubarão. Mesmo alçado ao maior cargo de uma universidade, ele não se desvencilhou do jeito simples, mantendo acesa a chama do menino de interior.

“Nascer em um lugar não é uma escolha, mas ser reconhecido pelas pessoas desse lugar é como nascer novamente. Sempre carreguei com orgulho o nome da minha cidade natal, é um comprometimento com o município e com as pessoas de São Martinho”, lembra.

Mauri faz parte de duas gerações de reitores da Unisul que se fundamentam na filosofia e sociologia para compreender as mudanças. Já à beira da terceira década do século 21, ele se inquieta com a necessidade de as transformações produzidas pela tecnologia não causarem perplexidade à vida humana. “E o papel da universidade é buscar o equilíbrio entre o inevitável avanço da tecnologia e de seus benefícios e a valorização do ser. Não há dúvida de que a universidade precisa engajar-se rapidamente nessa adversidade e ser uma das bases fortes do desenvolvimento econômico e social, sem perder de vista a importância de cada vez mais humanizarmos a sociedade”, conclui.

O reitor recebeu o diploma de honra ao mérito, da Câmara de Vereadores,  nesta sexta-feira.



Veja tudo sobre: reitor, unisul, são martinho, homenagem
 


OUTRAS NOTÍCIAS



GERAL

Voos são cancelados em Jaguaruna

09/03/2019, 06:00

ESPORTES

Leão deixa escapar vitória

09/03/2019, 06:00

GERAL

Conscientização marca Dia da Água

09/03/2019, 06:00

GERAL

MPF diz que casas estão em local irregular

09/03/2019, 06:00







MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL