MENU

NOTÍCIAS


TODAS | EDIÇÃO DE HOJE | DA REDAÇÃO | DIVERSÃO | ESPORTES | GERAL | POLÍTICA | SEGURANÇA

23/02/2019, 06:00

A balsa que não queremos


 
redacao@diariodosul.com.br
Dê a sua opinião
Comentários ou sugestões
Envie esta
notícia por e-mail
 

Os incansáveis moradores da região da ilha organizam para sábado que vem uma nova manifestação para tentar conseguir descontos na travessia da balsa, em Laguna. Uma luta de anos sem resultados concretos. Apenas promessas que acabam postergando o pleito. O valor cobrado sempre foi considerado abusivo pela maioria dos usuários. Hoje, é cobrado R$ 15 por automóvel, por exemplo. A quantia chama ainda mais atenção quando comparada ao serviço de ferry boat oferecido em outras regiões do Estado. Na travessia entre Navegantes e Itajaí, o custo do automóvel é R$ 7,35, a metade do preço praticado em Laguna. Apesar de todas as reclamações, nenhuma mudança é vista.

Sem licitação
A Alesc solicitou nesta semana informações ao Deter sobre a travessia de Navegantes e Itajaí, devido à demora no processo licitatório do serviço, parado desde 2014. Em Laguna, o município chegou a lançar uma licitação em 2016, que também não deu em nada. Ela foi suspensa por falhas técnicas. Até hoje, não foi lançado um novo edital, e não há qualquer previsão. A travessia é feita com uma autorização antiga do Deter.

Sem controle
Tanto a prefeitura quanto o próprio Ministério Público buscam informações sobre o número de veículos e a contabilidade do serviço, entre outros dados, para, aí sim, elaborar uma licitação. Ocorre que nem notas são entregues aos
usuários, o que demonstra total falta de controle.

Como quer
Não se pode dizer oficialmente que o serviço de balsa está irregular, já que existe essa autorização antiga do Deter. Mas é claro que o serviço não é prestado da forma que deveria ser. E parece que pouco é feito para cobrar a regularização. A conta que, diga-se de passagem, é bem alta, sobra para turistas e, principalmente, para os moradores de Laguna. Um serviço altamente rentável e que é explorado, sem fiscalização.

Pavimentação
Foi assinada a ordem de serviço para a pavimentação da rua Hilário José de Mello, no bairro Revoredo, em Tubarão. A obra terá um custo de R$ 372 mil, e será executada pela empresa BCL, de Orleans. “É uma antiga reivindicação, que felizmente estamos conseguindo executar para favorecer centenas de pessoas e empresas que são geradoras de empregos, renda e tributos para nosso município”, lembrou o prefeito Joares Ponticelli.

Sem papel
O governador Carlos Moisés assinou o decreto que institui o ‘governo sem papel’. Até o próximo dia 2 de abril, os cerca de 800 mil processos e documentos que tramitam anualmente na estrutura administrativa do Executivo estadual estarão digitalizados. A medida, segundo Carlos Moisés, significa uma economia anual de R$ 29 milhões, considerando apenas os gastos com material de expediente e despesas com transporte e digitalização de documentos. Porém, o governo não revela quanto gastará para colocar a ideia em prática.

Defesa
O ex-prefeito de Imaruí Amarildo Matos de Souza e outras sete pessoas foram condenadas por improbidade administrativa, com enriquecimento ilícito e dano ao patrimônio, conforme o DS já havia divulgado no dia 14 deste mês. Na sexta-feira, o advogado de defesa emitiu nota para a imprensa em que diz não concordar com o “entendimento tomado”. “Ao mesmo tempo, a sentença é desproporcional, pois vai além do que foi pedido pelo Ministério Público”, diz a nota. A defesa apresentará recursos, e acredita que, ao final, será declarada a inexistência de qualquer ato de improbidade.



 


OUTRAS NOTÍCIAS



GERAL

Modelo de Orleans é destaque internacional

23/02/2019, 06:00

GERAL

Conscientização marca Dia da Água

23/02/2019, 06:00

GERAL

Voos são cancelados em Jaguaruna

23/02/2019, 06:00

DA REDAÇÃO

Avaí anuncia Jonny Mosquera

23/02/2019, 06:00







MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL