MENU

NOTÍCIAS


TODAS | EDIÇÃO DE HOJE | DA REDAÇÃO | DIVERSÃO | ESPORTES | GERAL | POLÍTICA | SEGURANÇA

09/02/2019, 06:00

Bombeiro faz alerta sobre manutenção de ar


Daiane Fernandes 
redacao@diariodosul.com.br
Dê a sua opinião
Comentários ou sugestões
Envie esta
notícia por e-mail
 


O incêndio que matou dez pessoas no Centro de Treinamento (CT) do Flamengo, na sexta-feira, no Rio de Janeiro, pode ter sido provocado por um curto-circuito no ar-condicionado. A tragédia, que deixou dois garotos catarinenses sem vida, traz um alerta do Corpo de Bombeiros quanto às condições do equipamento.

Perito em incêndio e explosão, o capitão Marcos Leandro Marques, do Corpo de Bombeiros de Tubarão, alerta que a instalação incorreta do equipamento é o que pode provocar acidentes. “Por isso, orientamos as pessoas para que, quando forem instalar o ar-condicionado, sempre procurem empresas certificadas para realizar o trabalho”, explica o capitão.

Segundo o perito, como qualquer equipamento eletroeletrônico, o ar-condicionado também requer condições específicas para sua utilização, respeitando instruções fornecidas pelo fabricante e utilizando profissionais para instalá-lo de forma correta. “Se a instalação for feita de forma incorreta, torna-se um risco eminente de incêndio”, diz o capitão Marques.


Causa de fogo é investigada

Na sexta-feira, após a tragédia, peritos investigavam que o incêndio poderia ter sido provocado por um curto-circuito em um ar-condicionado do alojamento no CT do Flamengo. As chamas atingiram as instalações onde dormiam jogadores entre 14 e 17 anos. A maioria não residia no Rio (leia mais na página 9).


Acidente é incomum, diz bombeiro

Ainda de acordo com o capitão Marques, perito em incêndio e explosão do Corpo de Bombeiros de Tubarão, incêndios provocados por ar-condicionado são bastante incomuns. “Tanto que, em nossos registros, temos apenas dois casos, e não foram de grande gravidade”, informa o capitão.
Marques reacende o alerta sobre a importância de se realizar a manutenção do equipamento anualmente. “Este trabalho, assim como a instalação, também deve ser feito por um profissional habilitado e responsável por este serviço”, completa o capitão.



Veja tudo sobre: incêndio
 


OUTRAS NOTÍCIAS



ESPORTES

Times voltam a se enfrentar no Estadual

09/02/2019, 06:00

GERAL

Vigilância Sanitária apreende mais de 700 quilos de carne

09/02/2019, 06:00

SEGURANÇA

Cassino clandestino é fechado após denúncia

09/02/2019, 06:00

GERAL

Celesc explica criação de agências macrorregionais

09/02/2019, 06:00







MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL