MENU

NOTÍCIAS


TODAS | EDIÇÃO DE HOJE | DA REDAÇÃO | DIVERSÃO | ESPORTES | GERAL | POLÍTICA | SEGURANÇA

04/02/2019, 06:00

Questões ambientais foram prioridade em projeto de crematório


 
redacao@diariodosul.com.br
Dê a sua opinião
Comentários ou sugestões
Envie esta
notícia por e-mail
 


Diversos estudos foram realizados para que o Crematório e Memorial São Mateus virasse realidade, em Capivari de Baixo. De acordo com engenheira agrônoma e engenheira de segurança do trabalho Cariny Figueiredo, as pesquisas ressaltaram a garantia de preservação do meio ambiente e a segurança do local.
“Entre os estudos está o Ambiental Simplificado, que visa avaliar o meio físico, biótico e social onde o empreendimento está inserido. Também foram realizadas pesquisas de análise de risco, e planos e controles ambientais das atividades. Até o projeto paisagístico ganhou destaque, contemplando 20 mil metros no entorno do crematório, além da recuperação da área de preservação permanente, conforme a legislação atual”, ressalta Cariny.
A engenheira agrônoma também explica que a cremação gera um impacto ambiental bem menor que os sepultamentos, além de ser uma alternativa para a falta de espaço nos cemitérios.
“Hoje, o processo é monitorado em tempo real. Ele praticamente não gera efluente gasoso, pois possui dupla queima. Funciona da seguinte forma: os gases gerados na primeira câmara são queimados novamente na segunda, sendo o seu efluente gasoso próximo de zero. Cada cremação gera um relatório individual ao serem medidos,
instantaneamente, seus gases, e a temperatura é superior a 800ºC. Diferente do processo de sepultamento, no qual o corpo se decompõe por ação de bactérias e gera os resíduos líquidos e altamente poluentes, como o chorume, a cremação gera apenas as cinzas, em uma quantidade pequena. E esse resíduo é considerado inerte”.



 


OUTRAS NOTÍCIAS



ESPORTES

Ex-Tubarão Futsal se destaca fora do país

04/02/2019, 06:00

ESPORTES

Atual lanterna da competição, Tubarão joga contra o Metropolitano

04/02/2019, 06:00

GERAL

Relógios serão atrasados em 1 hora

04/02/2019, 06:00

GERAL

Os queridinhos da dieta saudável

04/02/2019, 06:00







MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL