MENU

NOTÍCIAS


TODAS | EDIÇÃO DE HOJE | DA REDAÇÃO | DIVERSÃO | ESPORTES | GERAL | POLÍTICA | SEGURANÇA

24/01/2019, 06:00

Porto de Imbituba


 
redacao@diariodosul.com.br
Dê a sua opinião
Comentários ou sugestões
Envie esta
notícia por e-mail
 

O Porto de Imbituba ultrapassou em 2018 a marca de 5,2 milhões de toneladas movimentadas. O volume representa um recorde histórico anual para o complexo portuário, e um crescimento de 16,4% em relação a 2017. Ao todo, 289 navios passaram pelo porto em 2018. Estados Unidos (EUA), Chile, China e Argentina foram as principais origens das cargas de importação. Na exportação, China, EUA, Holanda e Rússia ficaram entre os destinos mais frequentes. As operações de coque, soja, contêineres e sal mantiveram a liderança das principais cargas que passaram por Imbituba. Entre elas, o crescimento mais expressivo foi na movimentação de sal (+53%) e de contêineres, com aumento de 71,5%.

Portfólio
O Porto de Imbituba também ampliou o portfólio de cargas em 2018. Pela 1ª vez, a agroindústria de Santa Catarina exportou o arroz em casca a granel a partir dos portos do Estado. A exportação inédita no Brasil de madeira de reflorestamento também ocorreu a partir de Imbituba. Ainda, voltou a ser movimentado no complexo portuário o gado vivo, com o envio de três navios com destino à Turquia.

Formatura
Nesta semana, mais 12 médicos residentes concluem suas especialidades no programa de Residência Médica do Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), em Tubarão. A cerimônia de formatura acontecerá na sexta-feira, no Clube 7 de Julho, no Centro da cidade. Durante dois ou três anos, os médicos residentes exercem atividades no hospital.

Convênio
A prefeitura de Laguna renovou na terça-feira o convênio de cooperação técnica na área de inspeção de produtos de origem animal com a Cidasc. Com a parceria, a prefeitura continuará disponibilizando um médico veterinário para atuar no Sistema de Inspeção de Produtos de Origem Animal – Sisbi do município. Em contrapartida, a Cidasc se propõe a zelar pela observância da jornada de trabalho e fiscalizar para que os serviços desenvolvidos estejam em conformidade com o convênio.

Apagado
Quem subir a Serra do Rio do Rastro durante a noite vai se deparar com a escuridão. Isso porque a Serra, um dos pontos turísticos mais visitados de Santa Catarina, está com 100% do sistema de iluminação sem funcionar. Conforme o engenheiro Jânio Canela, gerente técnico da Regional da Celesc de Criciúma, o motivo foi a enxurrada registrada no dia 10 de janeiro.

Mão na massa
Diante da falta de médicos em quatro unidades básicas de Saúde de Imbituba, causada por saídas voluntárias dos profissionais, o prefeito Rosenvaldo Júnior, que também é médico, tomou uma atitude inédita e foi pessoalmente
realizar o atendimento no bairro Campo da Aviação, ontem. “Aceitamos o pedido da nossa secretária de Saúde, Graciela Ribeiro, porque estamos com quatro postos de Saúde (Vila Santo Antônio, Roça Grande e Araçatuba) sem médicos há alguns meses”, justificou. Os trâmites burocráticos para a substituição dos profissionais já estão sendo realizados.



 


OUTRAS NOTÍCIAS



ESPORTES

Tubarão Futsal recebe o São Lourenço

24/01/2019, 06:00

SEGURANÇA

Pai faz alerta após furto de carro com criança dentro

24/01/2019, 06:00

GERAL

Por enquanto, greve está descartada

24/01/2019, 06:00

ESPORTES

Rondinelli confirma novos nomes

24/01/2019, 06:00







MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL