MENU

NOTÍCIAS


TODAS | EDIÇÃO DE HOJE | DA REDAÇÃO | DIVERSÃO | ESPORTES | GERAL | POLÍTICA | SEGURANÇA

14/01/2019, 06:00

Mais um boto morto


 
redacao@diariodosul.com.br
Dê a sua opinião
Comentários ou sugestões
Envie esta
notícia por e-mail
 

Na Capital Nacional dos Botos Pescadores, um problema tem sido constante: a morte de botos, personagens que deram à cidade o título. Na manhã de ontem, um filhote apareceu morto e foi encontrado por pescadores na Praia do Seis, região da Ponta da Barra. O animal teria menos de um mês de vida, e estava sumido há uma semana do lado da mãe, denominada “Borracha”. Segundo pescadores, ao longo do corpo do boto recém-nascido é possível observar marcas de redes. A necropsia para determinar a causa da morte deve ser concluída em breve. De acordo com informações, o boto seria fêmea juvenil, com 1,47 metros.

Mortes
Somente no ano passado foram registrados cerca de 15 casos de mortes de botos em Laguna. Foi o maior número de mortes por ano. E a maioria, aliás, foi causada por conta de redes de pesca. A questão é: quando as autoridades competentes irão tomar providências quanto a estes casos? Quantos outros botos irão morrer até que haja forte fiscalização? De que adianta ser Capital Nacional dos Botos Pescadores se não há medidas de proteção para estes animais?

Porcada Summer
Mais uma edição da Porcada Summer foi sucesso de público em Laguna. O evento, que teve no palco três bandas nacionais, reuniu milhares de pessoas na arena montada na Praça Seival, no Mar Grosso.

Mesa diretora
A Câmara de Vereadores de Imbituba fará uma sessão extraordinária para eleição da mesa diretora exercício 2019. A reunião está marcada para o dia 18, com início às 19h30, na sala de sessões da Câmara, na rua Ernani Cotrin, nº 555 – Centro.

Mais Médicos
O Ministério da Saúde informou que 1.462 vagas do programa Mais Médicos ainda não foram preenchidas. O número representa 17,2% dos 8.517 postos de trabalho que foram abertos para substituir médicos cubanos, que encerraram o contrato com o governo brasileiro em 14 de novembro. Na quinta passada terminou o prazo para que médicos brasileiros com registro profissional no país se apresentassem nos locais onde escolheram atuar. Dos 1.707 que se inscreveram nesta etapa de seleção, 1.087 compareceram aos municípios escolhidos. Nas próximas fases, as mais de 1,4 mil vagas serão oferecidas a médicos que têm diploma estrangeiro – mesmo sem a revalidação do documento. Os brasileiros formados no exterior escolhem os locais de atuação nos dias 23 e 24. Em seguida, se sobrarem vagas, estrangeiros formados fora do país podem escolher municípios onde trabalhar, nos dias 30 e 31.



 


OUTRAS NOTÍCIAS



GERAL

Evolução da passarela chama a atenção

14/01/2019, 06:00

SEGURANÇA

Desmanche de veículos é descoberto em Imbituba

14/01/2019, 06:00

GERAL

HNSC é o primeiro lugar no Estado na doação de múltiplos órgãos

14/01/2019, 06:00

ESPORTES

Golpista usa nome do Tubarão para ofertar falsas vagas

14/01/2019, 06:00







MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL