MENU

NOTÍCIAS


TODAS | EDIÇÃO DE HOJE | DA REDAÇÃO | DIVERSÃO | ESPORTES | GERAL | POLÍTICA | SEGURANÇA

12/01/2019, 06:00

Como sair do vermelho em 2019


 
redacao@diariodosul.com.br
Dê a sua opinião
Comentários ou sugestões
Envie esta
notícia por e-mail
 

O ano novo chegou – depois das festas de Natal e Réveillon –, e muitos consumidores estão com dívidas e precisam de uma ajuda para sair do vermelho para começar 2019 com mais sossego.

Segundo o diretor-presidente da Fundação de Apoio à Educação, Pesquisa e Extensão da Unisul – Faepesul, e contador da Inovatta Contabilidade, Tarcísio dos Santos Júnior, é importante lembrar que a chegada do novo ano traz consigo dívidas como IPTU, material escolar, entre outros. É muito importante iniciar o ano sem dívidas, e, na medida do possível, com alguma reserva.

“Para quem está com problemas financeiros, é interessante confeccionar uma planilha com suas rendas e suas despesas. Desta forma, se evita a falsa sensação de sobras em determinado mês, quando, na verdade, vai faltar no mês seguinte. A planilha ainda pode mostrar se a pessoa não está com gastos maiores que suas rendas suportam. Neste caso, deve-se cortar os gastos começando, logicamente, pelos supérfluos. Ainda é possível diminuir gastos fazendo uma readequação nos pacotes de telefonia, internet e TV paga”, exemplifica.

“O cartão de crédito e o cheque especial são grandes vilões para quem é desorganizado financeiramente. Fugir dessas dívidas é uma ótima opção”, sugere o contador. “Quem não conseguir optar por essa alternativa deve pensar em um empréstimo com juros mais baixos junto a um banco, como os empréstimos consignados ou pessoais, nos quais é possível alongar o prazo com a taxa de juros menor”, pontua.


Diferenças entre os tipos de dívida

O Serasa Consumidor explica que, como consumidores de crédito, as pessoas sempre terão dívidas. O que isso quer dizer? “Dívidas são prestações, parcelas do empréstimo ou financiamento, aquele carnê, tudo isso são dívidas. A questão é não estar em atraso e não chegar à negativação: essas, sim, são dívidas ruins”. Para entender os tipos de dívidas, o Serasa Consumidor pontua cada uma delas. Dívidas por prestações apenas quer dizer que o consumidor tem contas parceladas. Dívidas em atraso já indica cuidado, pois, se ficar em atraso por muito tempo, acaba sendo negativado. Além disso, dívidas em atraso são ruins para sua relação com o mercado e cálculo de sua pontuação de crédito. Por fim, as dívidas negativadas mostram que é preciso se reorganizar e procurar formas de quitar essa pendência para regularizar o nome.

 

10 passos para sair das dívidas

-Anote tudo;
-Crie metas;
-Organize o orçamento;
-Converse com a família;
-Corte gastos desnecessários;
-Priorize as dívidas com maiores juros;
-Busque uma renda extra;
-Negocie com os credores;
-Pesquise antes de comprar;
-Faça uma autoavaliação.



Veja tudo sobre: economia
 


OUTRAS NOTÍCIAS



GERAL

Cidades da região mantêm saldo de empregos positivo

12/01/2019, 06:00

DIVERSÃO

Cantores pedem apoio dos fãs para adolescente

12/01/2019, 06:00

GERAL

Gasolina e álcool com preços em alta

12/01/2019, 06:00

ESPORTES

Tubarão Futsal faz amistoso hoje à noite contra a Assoeva, na arena

12/01/2019, 06:00







MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL