MENU

NOTÍCIAS


TODAS | EDIÇÃO DE HOJE | DA REDAÇÃO | DIVERSÃO | ESPORTES | GERAL | POLÍTICA | SEGURANÇA

30/11/2018, 06:00

Climaq: casal busca recomeço após incêndio


Daiane Fernandes 
redacao@diariodosul.com.br
Dê a sua opinião
Comentários ou sugestões
Envie esta
notícia por e-mail
 


Num espaço cedido por um amigo do comércio, com computadores em cima de uma pequena mesa, papéis e telefone em mãos, a equipe da empresa Climaq, de Tubarão, dá os primeiros passos para o recomeço após o incêndio ocorrido na madrugada de terça-feira.

A loja de ar-condicionado ficou completamente destruída pelo fogo, e o prejuízo estimado depois das chamas chega a R$ 800 mil.

Ainda consternados com o acidente, o casal proprietário da Climaq, Juliana Mendes e Rafael Nogaredo, relembra como começou a história da empresa. “Antes, a loja era de um grupo de Criciúma. Eu era gerente, e o Rafael trabalhava nos serviços externos. A empresa foi colocada à venda, e resolvemos abraçar a oportunidade. Compramos e surgiu a Climaq”, conta Juliana.

Desde então, a empresa foi sendo aperfeiçoada, e atualmente, além dos proprietários, mais cinco pessoas trabalham diretamente com a Climaq. “Essa é nossa história. Quando vimos o que estava acontecendo com a loja, naquela madrugada, a vontade era de desistir de tudo. Foram anos de esforço que viraram cinza. É algo que vai ficar para sempre em nossa memória”, diz Juliana.

Rafael lembra que, na noite do incêndio, receberam uma ligação da empresa que faz a segurança do local. “Já imaginamos que não seria algo bom. Eles falaram que havia chamas na loja. Como moramos em São Martinho, de longe consegui perceber a fumaça. Já vi que não se tratava de um incêndio simples. Não queria acreditar, até que vimos o que estava acontecendo”, relembra Rafael.

Atualmente, a empresa está funcionando num espaço cedido pela loja Império das Águas. “O Iago, dono da loja, tem sido um parceiro sem precedentes. São pessoas assim que estão nos dando força para recomeçar”, revela Juliana.

 

Apoio foi fundamental para prosseguir trabalho

Após o incêndio, o casal conta que o que mais deu força para recomeçar foi o apoio de amigos, clientes e a sociedade em geral. “Era tanta gente torcendo pelo nosso retorno, nos dando força, de nem de onde imaginávamos, que não tinha como largar tudo. Tanta gente se solidarizou, que ficamos sem palavras”, fala Juliana.

A empresária diz também que os funcionários foram cruciais para este apoio. “Tanto demonstra isso que estamos aqui no espaço cedido pelo Iago, trabalhando. Só tenho gratidão a todos que estão ao nosso lado”, diz Juliana. Para a empresária, ainda há motivos para acreditar que as pessoas são boas.

Paralelo ao trabalho que é retomado pela equipe, apoio de diversos locais chegam para a empresa. Uma vaquinha on-line está aberta na internet para quem deseja ajudar. Para contribuir com qualquer valor, basta entrar no site www.vakinha.com.br e buscar por “Climaq Climatização Incendiada”.

Além disso, Rafael conta que amigos estão vendendo uma rifa e um bingão. “Também organizaram uma costelada, que deve acontecer em breve. Com tanta ajuda, não há como não continuar. Isso nos dá esperança de seguir em frente”, declara Juliana.

 

Planos futuros e esperança no amanhã

Desde o dia do incêndio, a empresa busca seguir com o trabalho e atender aos clientes. “É a eles que devemos esse recomeço. Estamos, aos poucos, nos ajustando e atendendo a todos como podemos. Não queremos deixar ninguém na mão”, fala Rafael. Juliana completa que já estão buscando uma nova sala, para que possam se reinstalar.

 “O incêndio que nos acometeu pode ter sido provocado. Não queremos punição de ninguém. Apenas desejamos que as pessoas fiquem em alerta, para que isso não ocorra em uma casa, por exemplo. Vamos nos reerguer e tudo vai dar certo. É nisso que acreditamos e estamos confiando”, completa a empresária. Para quem quiser saber como pode ajudar a empresa ou buscar pelos seus serviços, o telefone para contato é (48) 99959-0763.



Veja tudo sobre: incêndio, climaq
 


OUTRAS NOTÍCIAS



GERAL

Trem de Natal leva presente e amor

30/11/2018, 06:00

ESPORTES

Leão prepara festa para dia do centenário

30/11/2018, 06:00

ESPORTES

Preparador do Peixe fala sobre uso de GPS

30/11/2018, 06:00

SEGURANÇA

Motorista foge e carro cai em rio

30/11/2018, 06:00







MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL