MENU

NOTÍCIAS


TODAS | EDIÇÃO DE HOJE | DA REDAÇÃO | DIVERSÃO | ESPORTES | GERAL | POLÍTICA | SEGURANÇA

23/11/2018, 06:00

Preço da gasolina em Tubarão continua caindo


 
redacao@diariodosul.com.br
Dê a sua opinião
Comentários ou sugestões
Envie esta
notícia por e-mail
 


A Petrobras anunciou ontem a redução de 3,34% no preço da gasolina vendida nas refinarias. Desde então, o litro do combustível está custando
R$ 1,5556, contra R$ 1,6094 cobrados até quarta-feira. Para o consumidor de Tubarão e região, os valores nas bombas também têm sido de constante queda.

Um posto de combustíveis da cidade estava vendendo, até ontem, o litro da gasolina, à vista, por R$ 4,06. Em promoções específicas de algumas redes, é possível encontrar um valor ainda menor, de até R$ 3,86. Em Capivari de Baixo, outro posto vende a gasolina a
R$ 3,75 no dinheiro. O preço é promocional para associados.

De acordo com o site da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustível (ANP), o valor médio do litro de gasolina em Tubarão, nesse mês de novembro, é de R$ 4,34. A pesquisa realiza uma média entre dez postos da cidade. Ainda segundo a ANP, o valor mais caro encontrado hoje, em Tubarão, é de R$ 4,38 o litro, enquanto o mais barato, oficialmente, está na casa dos R$ 4,20.

Segundo o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis Minerais de Florianópolis (Sindópolis), Lurran Nascimento de Souza, a tendência mais comum é que o valor atual se mantenha estabilizado até o fim do ano. “É algo imprevisível, mas achamos que esse preço praticado agora deve se manter até o começo de 2019. Depende de muitos fatores: do valor do barril do petróleo, do dólar, dos preços repassados para as refinarias, depois para as distribuidoras e, por último, ao consumidor final”, explica Lurran.

 

ÁLCOOL X GASOLINA

Já o preço do álcool, em Tubarão, tem se mantido estável. Segundo a ANP, o valor médio do litro do combustível, na última semana de outubro, custava R$ 3,59. Na primeira semana deste mês, o valor diminuiu em dois centavos. Agora, o preço voltou aos R$ 3,59. Quem tem carro flex, está mais vantajoso abastecer com gasolina.

Multiplicando o valor médio do álcool ( R$ 3,59) pelo da gasolina (R$ 4,34), o resultado é 0,82. Somente quando o resultado for menor que 0,7 vale a pena abastecer com álcool.



Veja tudo sobre: gasolina, economia
 


OUTRAS NOTÍCIAS



GERAL

Jairo Cascaes será prefeito interino por 10 dias

23/11/2018, 06:00

SEGURANÇA

Homem é preso por porte ilegal de arma

23/11/2018, 06:00

SEGURANÇA

Homem é preso com maconha

23/11/2018, 06:00

GERAL

Médicas visitam o Abrigo dos Velhinhos

23/11/2018, 06:00







MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL