MENU

NOTÍCIAS


TODAS | EDIÇÃO DE HOJE | DA REDAÇÃO | DIVERSÃO | ESPORTES | GERAL | POLÍTICA | SEGURANÇA

21/11/2018, 06:00

Universidade deposita pagamento de outubro


Guilherme Corrêa 
redacao@diariodosul.com.br
Dê a sua opinião
Comentários ou sugestões
Envie esta
notícia por e-mail
 


A assessoria de imprensa da Unisul confirmou que ontem todos os colaboradores da instituição receberam os salários referentes ao mês de outubro. O pagamento segue o cronograma idealizado pela universidade, mas que foi rejeitado em assembleia realizada pelo Sindicato dos Professores e Auxiliares de Administração Escolar de Tubarão (Sinpaaet).

De acordo com a assessoria, a Unisul também vai cumprir com a primeira parcela do 13º, prevista para ser efetuada até o dia 30 deste mês. “Com isso, a universidade coloca em dia os salários de outubro. Estamos cumprindo o cronograma. Tudo está sendo feito com responsabilidade e transparência”, explicou a assessoria de imprensa.

Ainda segundo a universidade, um novo cronograma será liberado nas próximas semanas, detalhando as datas dos pagamentos dos salários de novembro, dezembro e também do restante do 13º salário.

O presidente do Sinpaaet, Agostinho Schneiders, disse por telefone que a preocupação com a situação financeira da Unisul e, consequentemente, com a dos colaboradores, continua. “Agora, estamos aguardando o cronograma dos pagamentos futuros. Numa reunião com representantes da reitoria, já adiantaram que os salários devem continuar caindo mais para o fim do mês. Mas a gente pede para que o pagamento respeite a data do quinto dia útil”, disse Agostinho.

O representante do Sinpaaet também disse que o pagamento de outubro chegou um dia após o sindicato entrar com um novo pedido de bloqueio de contas da universidade, por conta do atraso dos salários. “A universidade ainda tem débitos com um grupo considerável de professores, referente ao mês junho do ano passado, e um grupo menor de educadores, referente ao mês de outubro de 2017”, contou Agostinho.

A Unisul informou que a entidade continuará tentando realizar todos os pagamentos da melhor forma, e que tem ciência dos débitos existentes.

 

DIFICULDADE FINANCEIRA

A situação financeira da Universidade do Sul de Santa Catarina vem sendo debatida com mais atenção nos últimos dois anos. O assunto ganhou destaque também no poder Legislativo e Executivo em Tubarão. Em entrevistas realizadas pelo DS nos últimos meses, representantes da Unisul informaram que a crise da universidade se passa num momento em que o país também enfrenta dificuldades econômicas. O reitor, Mauri Luiz Heerdt, garantiu, em entrevista realizada no ano passado, que a crise é reversível.



Veja tudo sobre: unisul, crise da unisul
 


OUTRAS NOTÍCIAS



ESPORTES

Jogos da base terminam em confusão

21/11/2018, 06:00

GERAL

Jairo Cascaes será prefeito interino por 10 dias

21/11/2018, 06:00

SEGURANÇA

Homem é preso por porte ilegal de arma

21/11/2018, 06:00

GERAL

Prefeitura avalia local de nova sede, em BN

21/11/2018, 06:00







MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL