MENU

NOTÍCIAS


TODAS | EDIÇÃO DE HOJE | DA REDAÇÃO | DIVERSÃO | ESPORTES | GERAL | POLÍTICA | SEGURANÇA

25/10/2018, 06:00

Sem pânico


 
redacao@diariodosul.com.br
Dê a sua opinião
Comentários ou sugestões
Envie esta
notícia por e-mail
 

Nos grupos de WhatsApp e em páginas nas redes sociais estão sendo compartilhadas, mais uma vez, informações de que um ciclone vai atingir a região Sul no fim de semana, deixando muitas pessoas apreensivas. De acordo com meteorologistas, não há qualquer motivo para pânico. Ciclones são normais em Santa Catarina. A previsão é verdadeira, mas a intensidade não. Na verdade, há dois modelos de monitoramento: o europeu e o americano. No primeiro, aparece um ciclone na altura do Rio Grande do Sul no sábado. Caso se confirme, teríamos rajadas de 100 km/h em alguns pontos. No segundo, é possível ver o ciclone atuando afastado da costa e sobre o mar, com possibilidade de ventos fortes de 70 km/h a 90 km/h. Agora é preciso monitorar para saber realmente o que vai acontecer, mas não se trata de nada incomum, de acordo com os especialistas.

Parceria
A prefeitura, por meio da Fundação Municipal de Saúde, e a Unisul assinaram ontem dois novos convênios - um com o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) e outro com o Amigos da Saúde Mental. O Hospital Veterinário passará a auxiliar o CCZ. Já o projeto de extensão da Unisul auxiliará na prestação do atendimento aos portadores de transtornos.

Demolição
O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) manteve a sentença que determinou a demolição de um imóvel residencial construído irregularmente em uma Área de Preservação Ambiental (APA) de Imbituba, além da recuperação total do dano ao meio ambiente. O Ministério Público Federal (MPF) havia ajuizado uma ação civil pública contra um morador da localidade do Morro da Praia de Itapirubá. O pescador construiu a sua residência sem possuir licença ou autorização.

Nova via lateral
Depois de iniciar a compactação de rochas para compor o pavimento de nova via lateral em Bentos, Laguna, o Dnit iniciou ontem novos trabalhos para preparar a sub-base na rua lateral em construção entre Santiago e Estiva, em Pescaria Brava. Toda a logística está alocada entre o km 322 ao km 323 da BR-101, com homens e equipamentos trabalhando no local.

Segurança
A construção de nova via lateral vai facilitar o acesso e a trafegabilidade entre aglomerados urbanos nos bairros Santiago, passando por Taquaruçu até o viaduto de acesso a Estiva, dando condições de segurança no trânsito de veículos e na circulação de pedestres, abrangendo cerca de 500 famílias das três localidades. O que faltará em Tubarão, no trecho do acesso Norte ao Posto Presidente.

Mais acessado
Com aproximadamente um milhão de acessos em 2017, o site da prefeitura de Tubarão é o mais acessado de Santa Catarina, dentre os 243 municípios (82% do Estado) que utilizam a ferramenta de gerenciamento de portais municipais da Federação Catarinense dos Municípios (Fecam). Por conta desta relevância dentro do sistema, Tubarão foi selecionado para integrar o grupo de municípios piloto que deu início à revisão do atual sistema e à elaboração de novas funções que serão contempladas nos novos portais da rede. Nesta semana foi realizado o primeiro encontro para discutir o assunto.



 


OUTRAS NOTÍCIAS



GERAL

Dia do Soldado: disciplina e valores do serviço militar

25/10/2018, 06:00

ESPORTES

Evento vai reunir mais de 140 skatistas

25/10/2018, 06:00

GERAL

Ivane Fretta: iluminação foi licitada pela Celesc

25/10/2018, 06:00

SEGURANÇA

Carro pega fogo após colidir

25/10/2018, 06:00







MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL