MENU

NOTÍCIAS


TODAS | EDIÇÃO DE HOJE | DA REDAÇÃO | DIVERSÃO | ESPORTES | GERAL | POLÍTICA | SEGURANÇA

14/09/2018, 06:00

O poder da escuta


 
redacao@diariodosul.com.br
Dê a sua opinião
Comentários ou sugestões
Envie esta
notícia por e-mail
 

Dr. Rodrigo Rosa Silveira
Médico Psiquiatra


Uma das ferramentas mais importantes que precisamos desenvolver para termos uma vida boa é aguçar nossa capacidade de escutar. Escutar é diferente de simplesmente ouvir. Escutar exige um certo silêncio na nossa mente, exige que estejamos tranquilos. O desenvolvimento desta capacidade de escutar, ainda que exija esforço, possibilita nos conectarmos melhor com nós mesmos e com aqueles que estão perto, e por isso é uma ferramenta tão importante para melhorar nossa vida.

A maior parte dos desentendimentos entre as pessoas se dá por mal-entendidos. Seja no ambiente familiar, seja no ambiente de trabalho, os mal-entendidos geram discórdia e desgaste entre as pessoas. Quantas vezes você foi mal interpretado nas suas palavras numa situação que geral estresse desnecessário? Quantas vezes será que nós todos também não interpretamos mal o que estávamos ouvido. Então esta é a diferença entre simplesmente ouvir e verdadeiramente escutar. Escutar é quando compreendemos o outro no seu ponto de vista.

Acontece que estamos sempre cheios de coisas na nossa cabeça. São muitas informações que estamos o tempo todo absorvendo da televisão, do jornal e, sobretudo, do celular. Este volume imenso de informações faz com que nossa cabeça esteja sempre repleta de pensamentos e ideias sobre o mundo. Quando alguém começa a nos falar algo, já quase que imediatamente tentamos estabelecer correlações com o que estamos ouvindo com essa grande rede de informações que transitam na nossa cabeça. Tentamos entender o que estamos escutando com o ponto de vista que já temos estruturado em nossa mente.

Esta forma de ouvir, já com a cabeça cheia de informações e ideias, faz com que, quando começamos a ouvir, já logo achamos que entendemos o que está sendo dito. Quando estamos nesse tipo de funcionamento, depois que escutamos meia dúzia de frases, já logo queremos dar nossa opinião. Respostas como: Eu sei o que você está dizendo, comigo acontece igual; ou eu sei o que você está dizendo, comigo é muito pior. Nesse momento, já encaixamos o que ouvimos na nossa grande teia de informações que já estava na nossa cabeça.

Escutar é um tanto diferente. Escutar acontece quando estamos tranquilos suficientemente para que nossa cabeça não esteja tão repleta de pensamentos, de respostas imediatas. Escutar é quando absorvemos o que estamos ouvindo sem a ânsia de uma resposta imediata. Escutar demanda, então, se concentrar no que estamos ouvindo sem querer imediatamente entender. Escutar é abrir espaço dentro de nós mesmos para acolher o outro.

Pode parecer difícil em um primeiro momento. Quando exercitamos nossa capacidade de escuta, diminuímos muito os mal-entendidos; nos conectamos melhor com as pessoas à nossa volta. Assim, melhoramos a vida delas e a nossa também.



 


OUTRAS NOTÍCIAS



GERAL

Nova estrutura da Policlínica tem 23 especialidades à disposição

14/09/2018, 06:00

ESPORTES

Peixe retoma trabalhos após empate

14/09/2018, 06:00

SEGURANÇA

Morre imbitubense encontrado após 29 anos

14/09/2018, 06:00

SEGURANÇA

Policiais instruem crianças para trânsito

14/09/2018, 06:00







MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL