MENU

NOTÍCIAS


TODAS | EDIÇÃO DE HOJE | DA REDAÇÃO | DIVERSÃO | ESPORTES | GERAL | POLÍTICA | SEGURANÇA

04/06/2018, 06:00

A Unisul que temos e a Unisul que queremos


Prof. Dr. Mauri Luiz Heerdt  
redacao@diariodosul.com.br
Dê a sua opinião
Comentários ou sugestões
Envie esta
notícia por e-mail
 

Prof. Dr. Mauri Luiz Heerdt
Reitor da Unisul

A Unisul implementa um conjunto estruturado de medidas de otimização de recursos e de produção. As ações, preservando a sala de aula, já proporcionaram economia de R$ 33 milhões/ano, aumentando o Ebtida e diminuindo a dívida bancária. Contudo, não é suficiente e não fizemos tudo o que precisa ser feito. Gerir uma organização complexa num mundo global não é compatível com a estabilidade do passado. Insuflar bordões revela amadorismo ou lança dúvidas sobre a intencionalidade de quem os apregoa.
Vivenciamos a entrada de novos concorrentes, a crise econômica - que refletiu na contratação de menos créditos por parte dos estudantes, o descompasso no repasse dos recursos dos programas estaduais e federais, as consequências da ampliação do Ensino Fundamental para nove anos, além da dificuldade do acesso às linhas de crédito. Além disso, nosso maior programa de inclusão é também um desafio de gestão. Incluímos socialmente milhares de estudantes por meio de diversos programas, 11 mil oportunidades apenas em 2018. Mas precisamos seguir investindo para manter a qualidade, nossa marca. Quase a totalidade dos nossos recursos provêm das mensalidades.
 Ao observarmos números dos grupos consolidadores no Brasil, verificaremos a velocidade e a intensidade com que as organizações se movem. Isso impõe à Unisul e ao próprio modelo comunitário uma reinvenção. Ninguém sobreviverá de boas intenções e memórias de sucesso.
Muitas pessoas expressam angústias em relação aos empregos por conta de futuras parcerias. Hoje, nossa maior ameaça está exatamente em não buscarmos soluções novas num cenário em que a colaboração entre instituições é regra. Por exemplo, nos últimos dias, diferentes mídias seguiram veiculando que a Unisul teria ‘negociado’ com determinado grupo educacional. Ainda que seja a nossa obrigação buscarmos soluções a curto prazo, visando assegurar a sustentabilidade e a perenidade da instituição, seguimos com os estudos e mantendo contatos com diversos interlocutores, no entanto, sem qualquer entendimento, parceria, acordo, negócio, transação ou ato vinculante com nenhum grupo até o momento.
É de responsabilidade dos dirigentes da Unisul (Fundação e Universidade) continuarem a buscar instituições que nos ajudem a fazer as travessias financeira e do modelo educacional. Ademais, cada diálogo sempre esteve (e estará) condicionado ao respeito à nossa característica jurídica e à preservação da nossa identidade comunitária, excelência acadêmica, inclusão social e do nosso patrimônio, bem como a todos os ritos de institucionalidade (internos e externos) legais.
A Unisul se posicionou pela excelência em qualidade e não abrirá mão disso. Fomos reconhecidos pelo MEC com o Conceito Institucional 5 (um das melhores do Brasil), motivo de orgulho para todos. Aliás, transparência (interna e externa) institucional foi um dos requisitos avaliados, com distinção.
A Unisul segue tratando as temáticas relacionadas à superação das dificuldades financeiras, incluindo avaliação de eventuais parcerias, com profissionalismo, responsabilidade e zelo pela nossa história e compromisso comunitário, sem adentrar em questões ideológicas por alguns defendidas. Seguimos mantendo estreito contato com a sociedade, informando nossos passos, dificuldades e nossa necessidade de sermos ainda mais eficientes. Tudo, sempre, de forma correta e transparente. Além do mais, em junho, preservando a personalidade jurídica de direito privado da Unisul e o respeito constitucional à intimidade dos seus colaboradores, lançaremos o portal da transparência.
Este é um momento de serenidade e esperança. Seguimos cultivando boas relações sob o manto da responsabilidade ética e moral. Não ajudam em nada atitudes impensadas e extremistas. É momento de confiar. A Unisul será sempre Unisul porque tem a mão forte de cada colaborador, estudante e habitante das comunidades onde atuamos. Esse vínculo não se quebra. Isso ninguém jamais vai nos tirar.



 


OUTRAS NOTÍCIAS



SEGURANÇA

Casal é preso com 370 quilos de maconha

04/06/2018, 06:00

SEGURANÇA

Homem é preso com maconha

04/06/2018, 06:00

SEGURANÇA

Botijão pega fogo

04/06/2018, 06:00

SEGURANÇA

Homem é preso por porte ilegal de arma

04/06/2018, 06:00







MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL