MENU

NOTÍCIAS


TODAS | EDIÇÃO DE HOJE | DA REDAÇÃO | DIVERSÃO | ESPORTES | GERAL | POLÍTICA | SEGURANÇA

01/06/2018, 06:00

Postos começam a ser reabastecidos


 
redacao@diariodosul.com.br
Dê a sua opinião
Comentários ou sugestões
Envie esta
notícia por e-mail
 


O abastecimento dos postos nos municípios da região começou a ser regularizado ontem, com a chegada de 660 mil litros de combustível. O produto foi transportado por 22 caminhões-tanque, que seguiram em comboio escoltados pelas polícias Militar, Civil e Polícia Militar Rodoviária Estadual da refinaria da Petrobras de Itajaí.

Em Tubarão, os primeiros postos receberam combustível ainda durante a madrugada, gerando filas logo ao amanhecer. Durante a tarde, o movimento já era mais tranquilo e era possível abastecer sem qualquer espera. “Durante a manhã foi bem corrido. Agora à tarde acalmou, mas ainda não conseguimos parar. As pessoas não precisam se preocupar porque o abastecimento já normalizou”, comentou um frentista da Rede Furnas.

Para Joel Pereira o abastecimento trouxe alívio. “Já não tinha mais combustível. Estava indo trabalhar de bicicleta. Só que a previsão do tempo indica possibilidade de chuva. Então, estava bastante tenso. Além disso, tenho compromissos agendados para o fim de semana em outra cidade e estava com medo de ter que cancelar. Agora está tudo bem”, comenta Joel, após encher o tanque.

A maioria dos postos da região já tem combustível, mas até ontem à tarde não eram todos. Em Tubarão, os postos Andrino e Amigão, por exemplo, estavam aguardando receber a gasolina, pela primeira vez, desde o início da greve, à tarde. No Pegasus, o combustível entregue durante a madrugada acabou no início da tarde de ontem. Uma nova carga seria entregue no início da noite.

Os postos que o DS conseguiu manter contato ontem informaram que não havia qualquer racionamento na venda. O valor da gasolina variava entre R$ 4,19 no dinheiro e R$ 4,29.


Procon continua monitorando postos

Com a normalização do abastecimento, o Procon/SC, vinculado à Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania (SJC), continua monitorando o preço dos combustíveis nos postos de todo o Estado e alerta que a qualquer suspeita de aumento, acima dos valores de comercialização, o consumidor deve acionar imediatamente o Procon de sua cidade, ou o Procon/SC, com os respectivos documentos ou notas fiscais que comprovem a elevação do preço.

Na última quinta-feira, o órgão interditou dois postos de gasolina em Florianópolis, um por aumento abusivo e outro por propaganda enganosa. De acordo com o diretor do departamento do Consumidor, apenas uma mudança foi verificada na venda do combustível na Grande Florianópolis. “Agora os postos de gasolina é que estão reclamando que receberam a gasolina R$ 0,04 mais cara. Hoje, na verdade, temos reclamação dos postos e não do consumidor”, enfatiza Michael.

As denúncias podem ser feitas por meio do telefone 151 do Procon estadual. Caso a denúncia seja comprovada, os responsáveis poderão ser notificados, autuados e até multados.



Veja tudo sobre: posto de combustível, greve dos caminhoneiros, procon
 


OUTRAS NOTÍCIAS



SEGURANÇA

Homem é preso por porte ilegal de arma

01/06/2018, 06:00

SEGURANÇA

Homem é preso com maconha

01/06/2018, 06:00

GERAL

Médicas visitam o Abrigo dos Velhinhos

01/06/2018, 06:00

SEGURANÇA

Botijão pega fogo

01/06/2018, 06:00







MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL