MENU

NOTÍCIAS


TODAS | EDIÇÃO DE HOJE | DA REDAÇÃO | DIVERSÃO | ESPORTES | GERAL | POLÍTICA | SEGURANÇA

16/05/2018, 06:00

Leite humano doado pode salvar vidas


 
redacao@diariodosul.com.br
Dê a sua opinião
Comentários ou sugestões
Envie esta
notícia por e-mail
 


Créditos: Guilherme Simon/DS

No próximo sábado é o Dia Nacional de Doação de Leite Humano. Além dessa data, Santa Catarina tem também a Semana Estadual de Doação de Leite Humano. A finalidade das duas datas busca sensibilizar a população para a crescente demanda por leite humano como forma de garantir a sobrevivência de bebês prematuros internados em UTI neonatais, cujas mães não conseguem suprir as necessidades dos filhos.

Em Tubarão, o Banco de Leite Humano existe desde o ano 2000, no Hospital Nossa Senhora da Conceição, e foi responsável pelo título de Hospital Amigo da Criança, conquistado pelo HNSC.

De acordo com Katiane Baschirotto Dorigon Coral, coordenadora do Centro Materno Infantil do HNSC, o estoque hoje no banco atende à demanda, porém mais doações são sempre bem-vindas. “Não está faltando, mas também não está sobrando. Hoje, atendemos em média dez bebês por dia com o leite humano doado. Isso salva a vida deles”, destaca. “Temos aproximadamente 50 doadoras cadastradas”, pontua.

Para Carla Antônio Vieira, mãe de um bebê que está recebendo leite humano, o trabalho do banco de leite e a doação
realizada por outras mães é muito importante. “Está fazendo o papel que eu não estou podendo, porque eu não tenho leite e esta doação está permitindo que meu bebê receba as proteínas para poder crescer. Eu sou muito grata. Porque se não fosse o leite que ele recebeu, ele não estaria ganhando peso. Meu filho nasceu de 35 semanas e com apenas 1,9 kg. Que as doadoras continuem doando, porque ajudam muitas crianças”, conclui a mãe.


Como ser doadora

Para ser uma doadora, a mãe precisa ter leite suficiente para seu bebê e para ser doado. Então, é feito um cadastro, no qual são avaliadas as condições de saúde da doadora e é entregue o material - que inclui toca, máscara e frasco de vidro esterelizado - , para ser feita a coleta em casa. Depois de coletado o leite, é preciso congelá-lo, e então a mãe pode levá-lo ao hospital ou um funcionário do setor busca diretamente na casa da doadora.



Veja tudo sobre: solidariedade
 


OUTRAS NOTÍCIAS



GERAL

Alunos e professores estarão em cena

16/05/2018, 06:00

GERAL

Gasolina terá redução de 2% nas refinarias

16/05/2018, 06:00

ESPORTES

Evento esportivo vai reunir mil atletas no Rosa

16/05/2018, 06:00

DIVERSÃO

Músico de Orleans faz turnê na Europa

16/05/2018, 06:00







MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL