MENU

NOTÍCIAS


TODAS | EDIÇÃO DE HOJE | DA REDAÇÃO | DIVERSÃO | ESPORTES | GERAL | POLÍTICA | SEGURANÇA

10/02/2018, 06:00

Tubarão perde de virada para a Chape


 
redacao@diariodosul.com.br
Dê a sua opinião
Comentários ou sugestões
Envie esta
notícia por e-mail
 


Créditos: Comunicação C.A. Tubarão/DS

O  Tubarão enfrentou a Chapecoense na noite desta sexta-feira, na Arena Condá, em Chapecó, para completar a quinta rodada do Catarinense, e perdeu por 2 a 1. O time saiu na frente da partida e apresentou um bom futebol, mas acabou levando a virada com um gol no fim de cada etapa.

O jogo começou com a Chape pressionando, novamente em campo com time reserva, pois os titulares jogaram na quarta-feira pela Libertadores, os donos da casa criaram boas oportunidades logo nos primeiros minutos.

Após bom cruzamento de Vinícius Freitas, Perotti concluiu de cabeça e assustou. Depois, aos 11, Eduardo ficou na cara do gol, mas finalizou mal e mandou por cima.

A resposta do Peixe foi contundente. Aos 18, no primeiro ataque do Tricolor, Guilherme Amorim mandou uma bomba de longe. A bola surpreendeu o goleiro Elias e ainda tocou a trave antes de balançar as redes. Um golaço que abriu o placar para o Tubarão.

Depois de marcar, o time tubaronense cresceu na partida e teve a chance de ampliar em cobrança de falta perto da área. Romarinho cruzou e o goleiro da Chape afastou o perigo com um soco.

Aos 24, quase houve o empate dos donos da casa. Ruschel cruzou com perfeição para Nadson, que cabeceou bem e fez a bola explodir no travessão do goleiro Beliatto.

A partir daí, o Tubarão passou a neutralizar as jogadas da Chape e ia se encaminhando para terminar o primeiro tempo com vitória parcial de 1 a 0. Aos 41 minutos, porém, Alan Ruchel cruzou à meia altura e, dentro da área, o zagueiro Rafael Thyere não perdoou e empatou para o Verdão do Oeste.


Peixe domina, mas leva gol no fim

Na segunda etapa, o Peixe dominou as ações ofensivas. Aos 11 minutos, Romarinho cobrou escanteio e a bola quase entrou - Elias fez grande defesa. Na sequência, outra chance clara, dessa vez com Batista, que saiu em velocidade para o ataque, invadiu a área e arriscou, mas a bola foi para longe.

Apesar do domínio do Tubarão, foi a Chapecoense quem marcou o segundo. Aos 40 minutos, Osman fez boa jogada, levou para a ponta e cruzou para Bruno Silva, que chegou batendo e fez o gol da vitória do Verdão do Oeste.

No lance do gol, o goleiro Belliato se machucou e precisou deixar a partida. Ele saiu da Arena Condá de ambulância. Até o fechamento da reportagem não havia informações sobre a gravidade da lesão.

Como o técnico Waguinho Dias já havia feito as três alterações, o zagueiro Jaílton assumiu o gol de modo improvisado até o fim da partida.

Com a derrota por 2 a 1, o Tubarão segue na zona de rebaixamento. Este foi o quarto revés da equipe, que volta a campo já na segunda-feira, quando enfrenta o Avaí, na Ressacada, em Florianópolis. O duelo, pela sétima rodada do Estadual, será às 16h.



Veja tudo sobre: atlético tubarão, futebol
 


OUTRAS NOTÍCIAS



GERAL

População se une aos caminhoneiros

10/02/2018, 06:00

SEGURANÇA

PRF faz escolta e orienta motoristas

10/02/2018, 06:00

GERAL

PMT anuncia medidas preventivas

10/02/2018, 06:00

GERAL

Entrevista: “a cidade está em obras”, diz Joares

10/02/2018, 06:00







MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL