MENU

NOTÍCIAS


TODAS | EDIÇÃO DE HOJE | DA REDAÇÃO | DIVERSÃO | ESPORTES | GERAL | POLÍTICA | SEGURANÇA

11/10/2017, 06:00

Unisul: comissão buscará real situação financeira


Micheline Zim 
redacao@diariodosul.com.br
Dê a sua opinião
Comentários ou sugestões
Envie esta
notícia por e-mail
 


A situação financeira da Unisul e as medidas para sanear a crise pela qual vem passando serão acompanhadas mais de perto por uma comissão que está sendo formada com representantes do poder Legislativo, do Sinpaaet (Sindicato dos Professores e Auxiliares de Administração Escolar de Tubarão) e da Unisul. O grupo de trabalho será formado para a coleta de informações e acompanhamento destas medidas.

A proposta da mesa diretora da Câmara de Vereadores de Tubarão, a partir da solicitação do presidente Felippe Luiz Collaço (PP), foi aprovada na sessão da noite desta segunda-feira, e tem como presidente o vereador Alexandre Moraes – que voltou ao Legislativo e pediu exoneração das pastas de Urbanismo e Desenvolvimento Econômico para se dedicar integralmente à comissão.

De acordo com o presidente da Câmara de Vereadores, Pepê Collaço, um relatório será apresentado em até 30 dias. “Não se trata de uma CPI, e sim de uma forma de ajudar a Unisul a encontrar os melhores caminhos para os problemas”, afirma.

“Este é um assunto valoroso e delicado, que exige responsabilidade para que, ao final do processo, tenhamos uma universidade muito mais fortalecida”, acrescenta Alexandre Moraes.

Alexandre foi escolhido para liderar a comissão em decorrência de sua trajetória na política estudantil durante os cinco anos em que cursou Direito, quando foi presidente do Diretório Acadêmico de Direito e do Diretório Central dos Estudantes (DCE).


Alexandre pede exoneração das secretarias para presidir comissão

Desde segunda-feira, o secretário Alexandre Moraes, que assina pelas pastas de Urbanismo e Desenvolvimento Econômico, pediu exoneração do cargo e passou a exercer a função de vereador, cargo no qual foi eleito. Mas o afastamento das secretarias e, por consequência, a permanência em sua vaga na Câmara de Vereadores são temporários, por apenas 30 dias.

O motivo para a decisão se deve à necessidade da presença e da participação de Alexandre Moraes na comissão formada para ir em busca de entendimento e possíveis soluções para a crise financeira vivenciada atualmente pela Unisul.

De acordo com o prefeito Joares Ponticelli, a presença do vereador nesta comissão se faz necessária não só pela competência em atuar neste assunto, devido a sua experiência tanto no Legislativo quanto no Executivo, mas também por sua história dentro da universidade. “Alexandre foi presidente do DCE em sua época de estudante, além de ter participado em diversos outros órgãos. Ele tem facilidade de diálogo e um livre trânsito com todos”, comenta.

Para substituir Alexandre Moraes nestes 30 dias foi designado o gerente de Inovação e Empreendedorismo, Giovani Bernardo.

 

Momento é de unir forças para encontrar soluções

Para o prefeito Joares Ponticelli, o momento agora é de unir forças, entender a real situação e mostrar “nossa preocupação, parceria e solidariedade neste momento de crise”, avalia. Como presidente do Conselho Curador da Unisul, Ponticelli diz que a necessidade agora é estar mais próximo da universidade para buscar a solução. “A Unisul é um patrimônio de Tubarão, a responsável por nos dar o título de cidade universitária. Tudo o que queremos é solucionar quaisquer problemas que possam estar afetando diretamente a universidade e quem lá trabalha”, pontua.

A presidente do Sinpaaet, Gisele Vargas, afirma que o sindicato busca a transparência para chegar à solução. “Queremos, primeiramente, entender o que está acontecendo. Não queremos e nem podemos ser levianos em afirmar algo que não é do nosso conhecimento real. Não podemos macular o nome de uma entidade como a Unisul e muito menos desamparar os trabalhadores que de lá dependem”, comenta.

Segundo Gisele, o que se sabe até o momento é que uma das alternativas para minimizar a crise financeira seria a redução na carga horária de 44 para 36 horas e, com isso, a redução no salário dos funcionários. “Ou então, numa pior hipótese, podem ocorrer demissões. E são por estas decisões mais drásticas que pretendemos fazer algo para mudar”, comenta.

Nesta quarta-feira, a pedido de Alexandre Moraes, o Sinpaaet se reúne com o presidente da Câmara de Vereadores de Tubarão, Pepê Collaço, para indicar um representante para fazer parte da comissão. “Reforço que o que buscamos é a transparência e a melhor saída para todos. A Unisul é de vital importância para Tubarão e queremos que ela se mantenha saudável”, destaca Gisele.


Nota oficial da Unisul

“Os desafios financeiros que afetam o contexto educacional, bem como as famílias e os inúmeros outros setores da economia brasileira, estão intrinsecamente relacionados à crise que o país atravessa. Na Unisul não tem sido diferente.

Diante da instabilidade da macroeconomia e da restrição orçamentária, a Universidade vem - permanentemente - orientando todas as áreas e implementando ações para atenuar os efeitos de cada desafio, otimizando recursos e ampliando oportunidades.

Neste sentido, a Unisul reitera que prosseguirá avançando com novas medidas para reequilibrar seu orçamento, garantindo a excelência nas suas atividades de ensino, de pesquisa e de extensão, além do pagamento dos salários e benefícios aos seus professores e colaboradores, com vistas a preservar, sobretudo, o acesso, a inclusão social e a formação qualificada dos estudantes - fundamentos de uma Universidade Comunitária. Seguimos em diálogo permanente com os nossos colaboradores, professores, alunos, sindicatos, conselhos superiores, instituições e demais entidades de classe”.



Veja tudo sobre: unisul, economia, educação
 


OUTRAS NOTÍCIAS



ESPORTES

Valley Run reúne centenas de atletas

11/10/2017, 06:00

SEGURANÇA

Idoso morre 15 dias após ser atropelado

11/10/2017, 06:00

DIVERSÃO

Alunos de Tubarão recebem prêmio

11/10/2017, 06:00

GERAL

Banho reproduz sensações do útero

11/10/2017, 06:00







MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL