MENU

NOTÍCIAS


TODAS | EDIÇÃO DE HOJE | DA REDAÇÃO | DIVERSÃO | ESPORTES | GERAL | POLÍTICA | SEGURANÇA

13/09/2017, 06:00

Desocupação de loteamento ocorre hoje em Laguna


 
redacao@diariodosul.com.br
Dê a sua opinião
Comentários ou sugestões
Envie esta
notícia por e-mail
 


Créditos: Elvis Palma/DS

Sem luz e sem água desde segunda-feira, alguns moradores do loteamento Novo Horizonte, em Laguna, decidiram permanecer no local mesmo assim. Hoje, porém, essas famílias serão retiradas das casas que muitas delas compraram acreditando se tratar de um loteamento regular.

Uma ação judicial determinou a retirada das famílias do loteamento clandestino, depois de uma ação de reintegração de posse movida pela Companhia de Distritos Industriais de Santa Catarina (Codisc). O prazo para a remoção das casas é hoje.

Ontem, no local, muitos moradores deixaram as casas e alguns atearam fogo às construções. Outros preferiram arrumar seus bens em sacolas e permanecer no local, para aguardar a chegada das autoridades responsáveis pela remoção.

“Não temos para onde ir. Essa é a nossa casa. Vamos ficar o quanto pudermos”, disse um morador.

O loteamento está localizado entre o Posto do Binha, Estrada de Ferro Tereza Cristina e o loteamento Juliana. A última decisão judicial sobre o assunto determinou que a desocupação seja executada em uma ação coordenada entre Estado, prefeitura, Polícia Militar e outras autoridades.

Em torno de 120 famílias moravam no local, segundo a prefeitura. Oito delas foram selecionadas para receber o aluguel social.

 

Relembre

O loteamento clandestino é alvo de uma ação de reintegração de posse da antiga Companhia de Distritos Industriais de Santa Catarina (Codisc) – logo, o governo do Estado é proprietário do terreno.
Muitas pessoas que moram no local compraram seus terrenos, acreditando que estava regularizado, pois fica ao lado de um loteamento regular. Há alguns anos, a Justiça já havia determinado a desocupação, que acabou não sendo efetuada e o prazo foi transferido várias vezes.
Segundo informações da Casan, existe um grande risco ambiental, pois o loteamento clandestino está localizado em uma área onde há um posto de captação da Casan, o que poderia comprometer o abastecimento de água de toda a cidade.



Veja tudo sobre: desocupação, laguna, loteamento
 


OUTRAS NOTÍCIAS



GERAL

Unisul comemora os 53 anos de fundação

13/09/2017, 06:00

GERAL

Entrevista: “O shopping teve o melhor ano”

13/09/2017, 06:00

ESPORTES

Copa SC: Tubarão disputa primeiro jogo da final

13/09/2017, 06:00

GERAL

Olimpíada de Matemática: Gustavo conquista o ouro

13/09/2017, 06:00







MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL