MENU

NOTÍCIAS


TODAS | EDIÇÃO DE HOJE | DA REDAÇÃO | DIVERSÃO | ESPORTES | GERAL | POLÍTICA | SEGURANÇA

14/05/2016, 06:00

Nomes ganham projeção na política


 
redacao@diariodosul.com.br
Dê a sua opinião
Comentários ou sugestões
Envie esta
notícia por e-mail
 


Prestes a assistir ao segundo impedimento de um presidente da República em 24 anos, o povo brasileiro parece clamar por renovação de nomes e práticas na política nacional. Na Amurel, este cenário se dá sobre a necessidade de revitalizar o poder político da região, esfacelado nos últimos anos.

A região, que acostumou-se a ser representada por ao menos dois ou três deputados estaduais e um deputado federal, perdeu espaço no mapa político catarinense e atingiu seu pior desempenho histórico nas eleições de 2014, quando não elegeu nenhum deputado federal e só não passou em branco também na disputa pela Assembleia Legislativa por conta da vitória de José Nei Ascari, ex-prefeito de Grão-Pará e hoje radicado em Braço do Norte.

Para mudar esse cenário, Tubarão aposta suas fichas em uma nova geração formada por “trintões” que têm assumido papel de protagonistas nas mais diversas esferas de poder, oriundos dos mais diversos partidos. Todas as cinco principais agremiações políticas da cidade parecem estar assimilando a necessidade de surgimento de novos líderes, a quem pode caber a missão de não apenas estreitar as relações entre a política institucional e a sociedade, mas também fazer o município voltar a ser ouvido no cenário estadual e federal através de sua representação.

Aos 37 anos, o secretário-executivo da ADR de Tubarão, Caio Tokarski, cumpre seu segundo mandato de vereador e é o pré-candidato do PSD à prefeitura de Tubarão, cotado para concorrer à majoritária no próximo pleito. “Considerando o complicado e vulnerável momento político de nosso país, onde a sociedade espera por respostas imediatas de suas lideranças, entendo não existirem fórmulas nem soluções milagrosas, mas que, no próximo pleito, as pessoas buscarão nos candidatos algo novo, acima de tudo buscarão aqueles que apresentem um novo modelo e que demonstrem não apenas o que farão e sim prioritariamente como fazer”, avalia Caio. Advogado, Caio foi ainda chefe de gabinete do deputado estadual Genésio Goulart (PMDB).

Também vereador no segundo mandato, Evandro Almeida (PMDB), 33 anos, alça voos no âmbito estadual. Depois de perder a prévia interna do partido para definir a candidatura a deputado estadual em 2010 – à época, o escolhido foi o advogado Alexandre Moraes, hoje no PSD –, Evandro enfim concorreu a uma cadeira na Assembleia Legislativa em 2014, conquistando a 16ª suplência. O administrador de empresas não concorrerá mais à Câmara de Vereadores e pretende buscar o mandato no Legislativo estadual em 2018.

“Sempre busco essa ideia de renovar, de trazer renovação à política. Acredito que os jovens precisam participar cada vez mais da política, não apenas concorrendo, mas se filiando a um partido, buscando estar envolvido de verdade. Nas próximas eleições não sou candidato, a perspectiva é sim concorrer no futuro a deputado estadual, mas ainda existe muito trabalho a ser feito até lá. Tenho desejo de um dia ser prefeito de Tubarão, mas no momento certo, pois sei que é preciso estar muito qualificado para esta responsabilidade”, afirma.

Novas caras chegam e devem crescer no cenário político da Amurel

Iniciante na Câmara de Vereadores de Tubarão, o dentista Lucas Esmeraldino (PSDB), também com 33 anos, tem se constituído como o mais combativo defensor dos governos tucanos do município e também projeta um futuro para além dos limites de Tubarão. Cogitou candidatar-se a deputado federal ou estadual em 2014 e internamente é considerado nome forte para a chapa majoritária em 2016, caso o PSDB opte por uma chapa pura encabeçada pelo ex-prefeito Carlos Stüpp.

“Entendo que a política tem influência direta na vida da sociedade. Os problemas que encontramos hoje são fruto de decisões passadas. Meu compromisso é trabalhar para mudar essa realidade, que tem causado desconforto em toda a sociedade. Quero ser um agente de mudança. O processo de mudança é histórico, precisamos de projetos e políticas de longo prazo. Temos que trabalhar para mudar essa cultura do desmerecimento do outro somente por pertencer a outro partido. Precisamos trabalhar por um projeto que priorize o Brasil, e não interesses partidários e segmentos”, defende Lucas.

Entre os novos líderes políticos, ao menos dois ainda não disputaram eleições. Mais jovem entre os elencados e entre os secretários do governo municipal, Matheus Madeira (PT), de 32 anos, desempenhou a função de articulador político do prefeito Olavio Falchetti até março, quando deixou o cargo para poder concorrer a uma cadeira na Câmara de Vereadores este ano. Até então, desempenhava a função de jornalista esportivo e também na editoria de política do Diário do Sul.

“A experiência no Poder Público trouxe uma vivência importante. Mas precisamos trazer para a administração pública a visão crítica de quem está do lado de fora, como eu estava até o início deste governo. Esse é o caminho para quem está do lado de fora se sentir representado por quem está do lado de dentro”, avaliou.

Coordenador político do PP no Sul do Estado, Laércio Menegaz Júnior, 38 anos, dedicou-se à especialização na função de consultor político e tem sido referência em toda a região para diversos agentes políticos. Com a experiência de quem foi chefe de gabinete do ex-presidente da Assembleia Legislativa Joares Ponticelli e hoje atua com o deputado federal Jorge Boeira, Laércio pretende intensificar sua atuação como consultor.



Veja tudo sobre: política, amurel
 


OUTRAS NOTÍCIAS



GERAL

Um novo Mercado Público com nova vista

14/05/2016, 06:00

GERAL

Clínica oferece teste rápido de hepatite

14/05/2016, 06:00

GERAL

Recurso de R$ 30 milhões irá acelerar crescimento de TB

14/05/2016, 06:00

ESPORTES

Ciclista tubaronense participará de prova internacional

14/05/2016, 06:00







MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL