MENU

NOTÍCIAS


TODAS | EDIÇÃO DE HOJE | DA REDAÇÃO | DIVERSÃO | ESPORTES | GERAL | POLÍTICA | SEGURANÇA

14/01/2015, 06:00

CPI deve definir datas para depoimentos


 
redacao@diariodosul.com.br
Dê a sua opinião
Comentários ou sugestões
Envie esta
notícia por e-mail
 

Na próxima semana, a Comissão Processante de Investigação (CPI) criada na Câmara de Vereadores de Tubarão para apurar se houve infração político-administrativa quanto à demora nas respostas aos requerimentos enviados ao Executivo tubaronense deve marcar as datas dos depoimentos das testemunhas que serão ouvidas na investigação.
De acordo com o presidente da Comissão, vereador Evandro Almeida (PMDB), esta semana os trabalhos ficaram paralisados em função de uma viagem do vereador Clodoaldo de Medeiros (PT), membro da CPI, e do período de férias.
“Como muitas das pessoas que vamos ouvir estão de férias neste período e o vereador Clodoaldo já tinha uma viagem marcada, resolvemos aguardar, mas na próxima semana devemos nos reunir para fixar as datas dos depoimentos”, diz Evandro.
Serão enviadas as intimações e as notificações ao prefeito Olavio Falchetti, que será avisado com antecedência dos depoimentos e poderá acompanhá-los. “O prefeito já foi notificado da decisão da CPI de seguir com a investigação, tomada após o envio de sua defesa. Documentos de que necessitávamos e que precisavam ser enviados pela Câmara também já estão conosco”, conta Evandro.
A CPI foi montada após a Câmara receber denúncia do tubaronense Tarcísio Cândido sobre a falta de respostas da equipe do governo aos requerimentos feitos pelos vereadores ao longo do ano. O documento que culminou na denúncia consta no requerimento apresentado pelo vereador Lucas Esmeraldino durante a sessão, em que solicita informações sobre a aquisição dos novos semáforos que foram colocados em determinados pontos da cidade.
O presidente da Comissão, junto com Nilton de Campos (PSDB), relator, e Clodoaldo de Medeiros (PT), membro, decidiu dar continuidade ao processo com três votos favoráveis, visando ao esclarecimento dos fatos.
A comissão foi aberta no dia 15 de dezembro e tem prazo de 90 dias, a partir da notificação ao prefeito (entregue dia 17 do mesmo mês), para finalizar a investigação. Dos 17 vereadores, 12 votaram favoravelmente à abertura da comissão e quatro foram contrários.



 


OUTRAS NOTÍCIAS



ESPORTES

Corrida do Bem acontece domingo

14/01/2015, 06:00

ESPORTES

Peixe de olho na vitória do Brusque

14/01/2015, 06:00

GERAL

Ceasa assina ordem de serviço para obra

14/01/2015, 06:00

GERAL

CEI Leonor Brasil inaugura espaços

14/01/2015, 06:00







MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL