13/08/2019, 06:00

Unisul forma 1ª engenheira eletricista


Incentivada pelo pai, Luis Fernando, com quem dividiu a sala de aula, Fernanda Fernandes de Oliveira colou grau em Engenharia Elétrica. A jovem é a primeira mulher a se formar no curso na Unisul de Tubarão. Para ela, a conquista se deve a outras mulheres pioneiras que abriram portas para a realização desse sonho.

De acordo com Fernanda, ela estava em outro curso. “Quando ingressei nessa graduação, meu pai já estava na 4ª fase do curso. Consegui eliminar algumas matérias, e passamos a estudar boa parte juntos. Ele se formou em fevereiro. Agora, chegou a minha vez”, conta a tubaronense.

Fernanda explica que o interesse pela engenharia surgiu ainda na escola, de uma aproximação com as disciplinas de matemática, física e química. No entanto, Fernanda comenta que a Engenharia Elétrica ainda é uma área pouco escolhida pelas mulheres. “Ainda não é comum ver mulheres nessa área. Mas o número já cresceu bastante. A Engenharia Elétrica é conhecida por ser mais ‘masculina’. Porém, ela oferece muitas oportunidades de crescimento profissional para as mulheres”, destaca a formada.

Para a jovem, as mulheres são bem aceitas na profissão. “Tive muitas experiências positivas. Fiz estágio em empresa onde sempre fui muito bem recebida. No entanto, podia contar nos dedos quantas mulheres tinha nestes ambientes. E isso mostra que temos ainda muito caminho para trilhar nesse mercado”, diz Fernanda.

 

Realização de pai e filha

Para Fernanda, estar formada é uma realização. “Meu pai foi meu grande incentivador para seguir nessa carreira. “Meu pai já estudava na Unisul, e falava tão bem do curso que acabou despertando meu interesse. Hoje, estou formada na mesma profissão que ele”, comenta a jovem.



Veja tudo sobre: engenharia elétrica, unisul