11/03/2019, 06:00

Exemplo de luta falece em Orleans


Exemplo de luta para a doação de órgãos, a pequena orleanense Vitória Rossetti Cavanholi, de sete anos, faleceu. Vitória teve sua história contada nas páginas do DS quando recebeu o coração de Guilherme, de quatro anos, que sofreu uma queda e teve morte cerebral. A trajetória das duas famílias foi destaque depois que os pais de Guilherme vieram de São Paulo a Santa Catarina conhecer a garotinha.

Vitória, até ter um ano e meio de idade, não havia deixado o Hospital Beneficência Portuguesa, em São Paulo. Aos quatro meses de gestação, os pais da menina descobriram que ela tinha sérios problemas cardíacos. Então, deixaram Santa Catarina e se mudaram para São Paulo, ainda gestantes, para buscar recursos para a filha.

Até que em 2013, após intensa campanha, Vitória recebeu o coração de Guilherme. No ano seguinte, as duas famílias, de Vitória e de Guilherme, se encontraram através da internet, e ali teve início uma amizade muito especial. As frequentes conversas culminaram em um encontro na casa dos pais do menino, em Campinas.

Vitória, que após o transplante seguia uma vida normal, faleceu no sábado, após uma parada cardíaca. O sepultamento aconteceu na tarde de ontem, em Orleans. Pelas redes sociais, pessoas de todo o país que acompanharam a história da menina deixaram mensagens aos pais.



Veja tudo sobre: doação de órgãos, morte, transplante