07/01/2019, 06:00

Mercado de cervejas artesanais em alta


Sensação do mercado de bebidas alcoólicas, as cervejarias artesanais mantiveram o bom ritmo de crescimento em 2018. Ainda não há dados oficiais, mas o presidente da Associação Brasileira de Cerveja Artesanal (Abracerva), o blumenauense Carlo Lapolli, estima que o setor avançou de 25% a 30%. Esse percentual não inclui as chamadas “ciganas”, marcas sem fábrica própria, e que terceirizam a produção.

O número de empresas, encerrado o ano, ficou perto de 910, enquanto em 2017 elas eram 675, um incremento de 34%.

Com os resultados, as bebidas artesanais passaram a representar 2% do volume de produção de cerveja no país, e 3% do faturamento do mercado da bebida. Parte desse incremento no faturamento se deve aos preços comercializados, já que as cervejas artesanais são mais caras que os rótulos tradicionais.

“A ascensão e o potencial de crescimento também têm despertado maior interesse de fundos de investimentos, que passaram a avaliar a possibilidade de despejar recursos no setor”, conta Carlo. O patamar de desempenho deve se repetir em 2019. Segundo Carlo, os números podem ser ainda melhores, dependendo de como será o ano econômico do país.



Veja tudo sobre: cerveja artesanal