29/10/2016, 06:00

Ventos que não param mais


Nossa região definitivamente entrou na rota de problemas climáticos mais severos. Não bastassem os problemas gerados pelo vendaval de duas semanas atrás, a preocupação deste fim de semana é com a ressaca no litoral, trazendo ainda mais prejuízos causados pelo ciclone que atua no Sul do Brasil. O momento pede uma reflexão de nossa relação com o meio ambiente. E precisaremos cada vez mais de verbas para prevenção e recuperação dos eventos climáticos.

Constatação
Pouco antes das eleições, a prefeitura de Tubarão, através do secretário de Finanças, dizia que havia dinheiro em caixa. Agora está mais do que claro que a questão não está sanada como diziam. O governo municipal não tem dinheiro nem para consertar uma ponte pênsil, cuja obra custaria R$ 300 mil.

Ação social
Os médicos cooperados da Unimed Tubarão decidiram pela doação de valores que seriam destinados para a festa de comemoração do Dia do Médico para duas entidades afetadas pelo temporal. O Lar da Menina e o Abrigo dos Velhinhos serão contemplados com o valor de R$ 5 mil cada um. Os valores são provenientes da Unimed e da Unicred. Em Imbituba também foi da mesma forma, e serão doados R$ 2 mil para o Hospital São Camilo.

Cooperativas
A Federação das Cooperativas de Energia do Estado de Santa Catarina (Fecoerusc) promoveu reunião com os presidentes das cooperativas de eletricidade, em Gravatal, na sexta-feira. Entre os vários assuntos em pauta, a avaliação das tarifas das cooperativas e concessionárias apresentada pelo presidente da Cergral, João Vanio Mendonça Cardoso.

Sem condições
Os alunos da Escola João Teixeira Nunes poderão ser realocados em um novo prédio. A unidade não tem condições de receber estudantes devido aos estragos causados durante o vendaval. A unidade deverá ser liberada somente no próximo ano.

Natal nas águas
O Natal nas Águas, em Termas do Gravatal, terá o acendimento das luzes às 21h deste sábado, na Igreja Santo Antônio.

Doações
Após o vendaval que deixou um rastro de tristeza na Cidade Azul, uma onda de solidariedade se espalhou por Tubarão e região. Além das doações que foram entregues na Arena Multiuso, uma conta foi criada para aqueles que quisessem contribuir em dinheiro. Na conta-corrente Reconstruir Tubarão (Caixa Econômica Federal), até sexta-feira haviam sido depositados R$ 39.246,50. Todo o dinheiro arrecadado será revertido aos atingidos pelo vendaval, para atender às demandas necessárias destas pessoas.

Outra conta
Uma nova conta foi criada, desta vez no Banco do Brasil, podendo facilitar a doação daquelas pessoas que desejam realizar transferência por este banco. As doações já podem ser realizadas também na conta Reconstruir Tubarão do Banco do Brasil, agência 0201-1, conta 63000-4.



Veja tudo sobre: clima, pmt, ponte pênsil, fecoerusc, escola, termas do gravatal, natal 2016, vendaval