09/06/2016, 06:00

Cooperativismo é inserido em unidades escolares de Gravatal


Fomentar o cooperativismo através da escola é o objetivo do programa CooperJovem. Para disseminar a cultura cooperativista na cidade, Gravatal, através da Cooperativa de Eletricidade de Gravatal (Cergral), aderiu ao programa adotado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop).

O programa é baseado em tornar realidade a inserção de uma proposta educacional baseada na relação ensino-aprendizagem, construída a partir dos princípios, valores e da prática da cooperação, que embasam a doutrina do cooperativismo. O estabelecimento do diálogo entre educador e educando facilita a integração e cria um clima de confiança, respeito e cooperação, fazendo da escola uma extensão da família.

Em Gravatal, a Cergral, tendo como coordenadora Cristielli dos Santos Martins, está desenvolvendo o programa, que tem como primeira parceira a Escola de Educação Fundamental Professora Naíde Guedert Teixeira. Professores da escola e colaboradores da Secretaria Municipal de Educação já tiveram ampla participação em encontro de sensibilização do programa CooperJovem.

O objetivo do encontro foi apresentar o que é o programa, as bases que movem a sua operacionalização e como se desenvolverá o trabalho. Para o presidente da Cergral, João Vânio Mendonça Cardoso, é um privilégio a cooperativa ofertar para a comunidade um programa que não apenas contribui para disseminar a doutrina cooperativista, mas, na formação de todos os jovens e através da educação continuada, forma novos líderes para a sociedade e para o cooperativismo.

Em continuidade às etapas do programa, professores de Gravatal participaram do 5º Encontro Estadual do Programa CooperJovem, em Florianópolis. O encontro teve como tema “Criatividade e Inovação na Educação”. Outra etapa do programa também ocorreu na cidade gaúcha de Torres.



Veja tudo sobre: cooperativismo, escolas, gravatal, educação, cooperjovem