Política

NÉIA LOPES




Sexta-feira, 01/02/2019, às 06:00

Bauer empregado

Como dizia minha avó, políticos “caem de pé”. É o caso do agora ex-senador Paulo Bauer (PSDB), que, embora não tenha tido sucesso na disputa pela reeleição, na qual amargou a quinta colocação, ocupará importante cargo no governo Bolsonaro. O tucano, que ocupará um gabinete no 4º andar do Palácio do Planalto, será o responsável pela interlocução entre Governo e Senado Federal.

Dívidas
Nesta semana, a coluna tratou  de um vídeo no qual um internauta alega que a Cergral tem uma dívida com a prefeitura de Gravatal, referente à iluminação pública, sem sequer citar nome da pessoa que teria postado o vídeo. Em resposta, um cidadão encaminhou por e-mail um pedido de ‘retratação’, trazendo dados de procedimentos preparatórios instaurados pelo Ministério Público por suposta cobrança indevida de taxas de iluminação pública e outras irregularidades. 

Dívidas 2
Como a nota tratou única e exclusivamente de suposta dívida da referida Cooperativa com o município, a coluna está aberta para manifestação de quem quer que seja, inclusive do vereador Beto da Marlene e do vice-prefeito Wanderlei Marega, citados no e-mail, desde que seja apresentada comprovação de dívida líquida e exigível, já que foi este o único objeto da nota. Também deixamos espaço aberto para que prefeitura e cooperativa possam se manifestar, se assim desejarem. 

Em Brasília
  A vice-governadora Daniela Reinehr participará da solenidade de posse dos deputados federais, que será realizada hoje, em Brasília. O PSL, partido de Daniela, elegeu quatro deputados federais: Daniel Freitas, Fábio Schiochet, Coronel Armando e Caroline De Toni.

Estaduais
Enquanto isso, o governador Carlos Moisés participará da posse dos 40 deputados estaduais e fará o primeiro discurso durante uma sessão da Assembleia Legislativa. Na Alesc, o PSL contará com seis parlamentares: Felipe Estevão, Jessé Lopes, Ana Campagnolo, Carlos Lima, Onir Mocelin, e Ricardo Alba – este último, o mais votado no Estado. 

Visita
No início da próxima semana, o secretário de Articulação Nacional, Douglas Goulart, estará em Tubarão. Dentre outros compromissos, visitará o prefeito Joares Ponticelli no Paço Municipal.

Menos cargos
O enxugamento da máquina pública vem sendo a tônica dos governos Bolsonaro e Carlos Moisés. O presidente anunciou o corte de 20 mil cargos na gestão federal, o que já é um grande avanço, e o governador catarinense já passou a faca em quase mil cargos em comissão – proporção de corte imensamente maior do que o anunciado pelo governo federal.

Saúde
Assim como vem acontecendo em todas as pastas, a gestão da saúde em SC será organizada de forma mais eficiente e econômica. A nova reestruturação nas regionais levou em consideração critérios sociodemográficos, epidemiológicos e de logística, de modo que sejam mantidos todos os serviços oferecidos à população.

Saúde 2
Todas as macrorregionais: Chapecó (Oeste e Extremo-Oeste), Joaçaba (Meio-Oeste e Planalto Serrano), Joinville (Norte e Nordeste), Blumenau (Vale e Alto Vale do Itajaí), Itajaí (Foz do Rio Itajaí), Florianópolis (Região Metropolitana) e Criciúma (Sul) serão mantidas. Já o número de regionais será reduzido, de 19 para cinco, sendo mantidas as de Tubarão, São Miguel do Oeste, Mafra, Lages e Rio do Sul.

DIZEM MAS EU NÃO AFIRMO
Que a limpeza foi geral...