MENU

COLUNISTAS


Variedades

JOSÉ WARMUTH




 
 

Sexta-feira, 28/12/2018, às 06:00

Deixando na mão!

É possível criar uma história usando somente expressões idiomáticas?

Vamos ver: José queria arrastar asas sobre Maria. Aí, deu mancada: entrou numa fria. Ficou a ver navios. Levou um fora. Recebeu um balde de água fria. Maria soltou a franga: armou um barraco. Deu-lhe um chega para lá. Botou a boca no trombone: “Eu não sou barata tonta, tu és um chato de galocha, um João ninguém. Sem eira, nem beira. Bebe água que passarinho não bebe. Vá pentear macacos e catar coquinhos!”.

Aí, caiu a ficha: “um banho de água fria”, pensou José. Arrumei uma sarna para me coçar. Cotuquei onça com vara curta. Que barra pesada! Vou baixar a bola. Abandonar o barco. Dar o braço a torcer. Que dor de cotovelo. Ela não está dando sopa e fez tempestade em copo d’água. Entrei numa fria e fiquei de mãos abanando. Pisei na bola. Viajei na maionese.

Mas não vou perder a linha, nem as estribeiras. Vou pôr as barbas de molho. Riscá-la do mapa. Tirar o cavalo da chuva, e não vou voltar à vaca fria, nem bater na mesma tecla. Vou botar o rabo entre as pernas...




OUTRAS COLUNAS









MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL