MENU

COLUNISTAS


Política

MATHEUS MADEIRA




 
 

Segunda-feira, 08/07/2019, às 06:00

Prefeitura arrecada o dobro após aumento do IPTU

No primeiro ano em que foi implementado, o aumento estabelecido de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) pela prefeitura de Tubarão deu um resultado nítido. Em 2017, por exemplo, foram arrecadados R$ 15,9 milhões com o imposto; em 2018, já com o polêmico aumento, esse valor praticamente dobrou e foi para R$ 31,8 milhões. Os dados são públicos.
O IPTU é a maior arrecadação individual dos municípios. Todo o valor arrecadado fica com a prefeitura.
O salto de arrecadação da prefeitura é visto mesmo em dados parciais. No primeiro quadrimestre de 2019, por exemplo, a arrecadação já superou muito todo o ano de 2017. Foram R$ 24.243.268,74. Vale destacar que o primeiro quadrimestre é, tradicionalmente, o mais próspero de qualquer ano. Isso porque é nessa época que vence a parcela única do imposto.

Arrecadação Alta e empréstimos
Apesar do impressionante aumento da arrecadação, a prefeitura de Tubarão obteve seis autorizações da Câmara de Vereadores para contrair mais de R$ 150 milhões em empréstimos.
O maior deles é junto ao Fonplata. As prestações em dólar causam imensa preocupação. A indexação à moeda americana pode criar um descontrole no valor das prestações.
Como há uma carência de quatro anos para iniciar o pagamento, os efeitos serão sentidos em outras administrações, com condições econômicas incertas.

Joares no PSL. Sobra para quem?
Se confirmada, a filiação do prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli, ao PSL levanta dúvidas sobre quem vai pagar essa conta. O município hoje é governado por uma afinada aliança entre PP e PSD. Há espaço para, no máximo, um dos dois na aliança que vai buscar a reeleição no ano que vem. O que significa que ao menos uma das duas siglas terá que aceitar ficar de fora da majoritária ou mesmo ser desalojada do poder que conquistou em 2016. Uma questão que provavelmente só terá uma resposta definitiva em março de 2020, quando será aberta a janela de troca de partidos para vereadores sem que estes corram o risco de perder o mandato.

A caçamba da Saveiro
Uma grande liderança política da cidade costuma dizer que a chapa majoritária é uma Saveiro. Há uma vaga para o motorista e outra para o caroneiro (o vice). Resta saber se alguém que estava na cabine vai aceitar seguir a viagem na caçamba.

 




OUTRAS COLUNAS









MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL