MENU

COLUNISTAS


Geral

MAURO PAES CORRÊA




 
 

Sábado, 09/02/2019, às 06:00

Milhares de Davis contra Golias

A Apple está sofrendo um processo coletivo de centenas de milhares de chilenos, em uma atitude quase que inédita na história da tecnologia. Os usuários estão insatisfeitos com a famosa obsolescência programada das baterias e os “pirepaques” que os aparelhos começam a ter em decorrência do problema.

Obsolescência programada, trocando em miúdos, é predeterminar o tempo de vida de um equipamento. No caso da Apple, as baterias começam a sofrer este efeito, fazendo com que o aparelho fique lento, e o usuário tenha a sensação de que realmente precisa comprar um novo aparelho.

Não vou entrar no mérito da questão em si, mas a obsolescência dos equipamentos tecnológicos é algo bastante conhecido. É aquela questão que todo mundo sabe que existe mas ninguém, até então, fazia nada para acabar com o problema. Os chilenos perceberam que não adianta varrer o problema para baixo do tapete.

A ação coletiva pretende exigir uma indenização por usuário, em detrimento do tempo perdido com os problemas ocasionados pela obsolescência e recompra dos equipamentos. A iniciativa chamou tanto a atenção que no velho continente europeu outras pessoas acabaram replicando a iniciativa, o que, de certa forma, é muito interessante, pois as empresas de tecnologia ficarão mais “antenadas”, percebendo que os usuários, muitas vezes, possuem razões válidas para reclamações contra seus “milagrosos” produtos.


Bluetooth

Você adora ouvir músicas no carro? Fora dele, seu smartphone está sempre sintonizado em uma playlist do Spotify ou Deezer? Então, tenho uma boa notícia. O mercado de som automotivo oferece, há algum tempo, rádios com suporte para bluetooth, mas, até então, os preços de boas marcas não eram convidativos.

Com o mercado voltando a estar aquecido, a forte concorrência entre as marcas gerou uma deflação no segmento. Bons aparelhos são encontrados, na maioria das lojas ou instaladoras de som, com preços convidativos. Nesta leva encontram-se bons aparelhos, reconhecidos internacionalmente.

Se a grana anda sempre curta, ainda há boas chances de ter em seu veículo um aparelho mais simples, com preços a partir de R$ 100 em lojas do ramo. Mas não espere muita coisa no quesito qualidade. Aparelhos com configurações simples vão fazer apenas o que é esperado: sintonizar FM, entrada para pendrive e o suporte para o bluetooth. Esqueça aqueles recursos avançados, pois ao menos seus dias guiando seu automóvel serão bem mais alegres.




OUTRAS COLUNAS









MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL