MENU

COLUNISTAS


Geral

LÚCIO FLÁVIO




 
 

Sábado, 08/06/2019, às 06:00

O que deve ser discutido

Em tempos de internet rápida e smartphones à mão, que esmiuçam a intimidade de famosos e anônimos, a maioria dos brasileiros passou os últimos dias discutindo as estripulias sexuais de Neymar, no seu tempo livre em Paris. Mas, para os tubaronenses, um assunto muito mais importante para a cidade, essa semana, foi o anúncio, pela prefeitura, das obras que poderão ser efetuadas caso sejam aprovados os financiamentos que a atual administração espera obter até o fim desse ano. Trata-se de uma verdadeira transformação, muito maior do que a que já está em curso e será mais visível a partir do ano que vem, com a conclusão das obras atualmente em execução. E por isso merecem ser mais detalhadas, debatidas e comentadas pelos maiores interessados, que são os moradores da cidade. Até porque seremos nós os beneficiários e os que, ao final das contas, pagaremos os financiamentos.

São três empréstimos que a prefeitura pretende tomar, sendo o maior deles com o Fonplata, um fundo de financiamento com sede na Bolívia, formado pelo Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai, além dos bolivianos, há mais de 40 anos, para financiar especialmente obras de melhoria na infraestrutura. No ano passado, Itajaí tomou US$ 62,5 milhões emprestados desse fundo, e Joinville outros US$ 40 milhões. Criciúma está pleiteando US$ 17,2 milhões, e Tubarão, US$ 16 milhões. Durante a semana, um engenheiro do fundo esteve nas duas cidades, para analisar os projetos e efetuar os ajustes técnicos necessários. Outros dois empréstimos que a prefeitura está buscando, no BRDE e na Caixa Econômica Federal, totalizarão, com o do Fonplata, um valor próximo aos R$ 100 milhões, a serem pagos em 15 anos, sem comprometer a capacidade financeira do município.

Se aprovados esses financiamentos, teremos uma cidade preparada para as próximas décadas. Os projetos que a prefeitura apresentou aos organismos financeiros preveem a construção de duas pontes (uma próxima à Unisul e outra próxima ao Farol Shopping), construção de um terminal urbano, conclusão do parque linear na beira-rio e a pavimentação de dezenas de ruas -- entre elas a rua Annes Gualberto (o que desafogaria a avenida Pedro Zappelini), a estrada geral da Madre, e a Tenente João Luiz Maus (do Campestre ao Andrino), só para citar algumas. Não se sabe se os financiamentos serão efetivados, pois dependem também da aprovação dos vereadores e, no caso do Fonplata, precisa ser aprovado antes na Comissão de Financiamentos Externos do Senado. Torcemos para que aprovem, o quanto antes, pois a cidade precisa continuar nesse ritmo de obras e crescimento, imprimido pelo prefeito Joares desde que assumiu.


Uma nova área de lazer

Outra novidade anunciada pela prefeitura, e essa já começa a ser executada nos próximos dias, é a revitalização das praças Centenário (a praça do Chafariz) e Orlando Francalacci (onde está o marco do nível da enchente de 1974). As duas serão interligadas com a construção de um deck nos fundos do casario próximo à ponte Nereu Ramos. Serão instalados brinquedos para as crianças, novos bancos, paisagismo e será construído também um novo chafariz. Além dos benefícios que a revitalização de uma praça, por si só, já traz, essa obra é importante também pela valorização do nosso maior cartão postal, que é o rio Tubarão, e que poderá ser melhor apreciado através da vista que será possibilitada com a construção do deck.

A perder de vista
O investimento nessas praças e no deck será de cerca de R$ 500 mil, e serão pagos pela Tubarão Saneamento, como medida compensatória pelo descumprimento de prazos e metas das obras de implantação do sistema de tratamento de esgoto. O valor equivale às multas aplicadas pela Agência Reguladora de Saneamento (AGR), e a única notícia ruim é que não foram estabelecidos prazos para a conclusão dos trabalhos. Descumprir prazos foi justamente o motivo da multa à Tubarão Saneamento.




OUTRAS COLUNAS









MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL