MENU

COLUNISTAS


Variedades

MICHELINE ZIM




 
 

Terça-feira, 16/04/2019, às 06:00

O que faz bem

“Cada semana, uma novidade. Tomate previne isso, cebola previne aquilo, chocolate faz bem, chocolate faz mal, um cálice diário de vinho não tem problema, qualquer gole de álcool é nocivo, tome água em abundância, mas não exagere... Diante dessa profusão de descobertas, acho mais seguro não mudar de hábitos. Sei direitinho o que faz bem e o que faz mal pra minha saúde.

Prazer faz muito bem. Dormir me deixa 0km. Ler um bom livro faz eu me sentir nova em folha. Brigar me provoca arritmia cardíaca. Ver pessoas tendo acessos de estupidez me embrulha o estômago. Testemunhar gente jogando lata de cerveja pela janela do carro me faz perder toda a fé no ser humano.

Caminhar faz bem, dançar faz bem, ficar em silêncio, quando uma discussão está pegando fogo, faz muito bem: você exercita o autocontrole e ainda acorda no outro dia sem se sentir arrependido de nada.

Acordar de manhã arrependido do que disse ou do que fez ontem à noite é prejudicial à saúde. E passar o resto do dia sem coragem para pedir desculpas, pior ainda”.



O que faz bem 2
“Ir ao cinema, conseguir um lugar central nas fileiras do fundo, não ter ninguém atrapalhando sua visão, nenhum celular tocando e o filme ser excepcionalmente bom, uau!
Beijar é melhor do que fumar. Exercício é melhor do que cirurgia. Humor é melhor do que rancor. Amigos são melhores do que gente influente. Pergunta é melhor do que dúvida”.
Este texto já foi atribuído a Arnaldo Jabor, Luís Fernando Veríssimo, Martha Medeiros e mais uma infinidade de autores brilhantes.

Falta consciência
Acredito que todos saibam que bandeiras vermelhas colocadas em determinados pontos na beira da praia indiquem perigo, que ali existem correntes de retorno ou algo mais que possa colocar em risco a vida de banhistas. Portanto, não se deve tomar banho (nem no rasinho) naquele local. Mas não adianta. O que mais vi no último domingo, um lindo dia de praia, foram os guarda-vidas passando a manhã toda apitando, chamando a atenção, tentando conscientizar muitas pessoas – inclusive, acompanhadas de crianças – que insistiam em ir justamente no ponto onde estavam as bandeiras vermelhas. Às vezes, o que parece ser só um “banho rápido” pode se transformar numa tragédia. Falta de consciência, certamente.

Belo projeto
Importante, necessário e bacana demais o projeto idealizado e organizado pelo estudante Alan Zabot. O Praça Criativa já levou nova vida, cores e limpeza a diversas praças e locais públicos de Tubarão. Nesse final de semana foi a vez do entorno do CEI Chapeuzinho Vermelho, localizado no bairro Monte Castelo, que está ganhando um novo visual, graças ao mutirão de revitalização promovido pelo projeto. Através de parceria firmada com a Fundação Municipal de Educação, o mutirão concentrou as ações na limpeza do local e pintura do muro, trabalhos de reforço das pilastras e colocação de alambrados no entorno da quadra. As instalações de lixeiras e de uma academia ao ar livre também estão previstas para complementar o projeto de revitalização do local.

Universidade empreendedora
A Unisul está participando do ranking das universidades empreendedoras, promovido pelas organizações de liderança estudantil, como Brasil Júnior, Rede CsF (Ciência sem Fronteira), Aiesec, Brasa e Enactus, em todo o Brasil.  O objetivo central deste projeto é dar novos estímulos para a educação superior. O ranking envolve a participação de toda a comunidade acadêmica, mas tem como foco principal a participação dos acadêmicos. Para participar da pesquisa,  basta acessar o questionário, por meio do link https://pt.surveymonkey.com/r/9BDDHG9. O reitor Mauri Luiz Heerdt diz que a participação neste ranking se diferencia dos demais porque, mesmo que a Unisul venha participando e tendo excelentes resultados em diversos rankings de inovação e empreendedorismo, desta vez serão prioritariamente os estudantes que irão avaliar a universidade. Neste sentido, ele destaca a importância da participação em massa dos alunos.

Linda vida
Em janeiro, tive o privilégio de contar em uma matéria aqui nas páginas do DS um pouquinho da história de vida da adorável Luiza Marcon de Pieri, que completava, então, 100 anos de uma linda vida. No domingo, sua neta, Greice, teve o carinho, em meio à dor, de lembrar de mim para informar de uma triste notícia: dona Luiza faleceu. Partiu, certamente, com a missão lindamente cumprida. Vá em paz, querida! Obrigada por me permitir conhecer e repassar sua história e ter este registro como uma de suas últimas imagens...

Para o dia de hoje...
“Você nunca sabe a força que tem. Até que a sua única alternativa é ser forte”.




OUTRAS COLUNAS









MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL