MENU

COLUNISTAS


Política

MILTON ALVES




 
 

Quinta-feira, 22/11/2018, às 06:00

Moisés e Lucas em Porto Alegre

As alterações na forma de se enxergar e fazer política, a partir deste icônico 2018, dominaram o Painel dos Governadores Eleitos no Sul do Brasil, evento que fez parte da cerimônia de premiação do Ranking 500 Maiores do Sul, promovido pelo Grupo Amanhã na noite da última terça-feira, em Porto Alegre. Presente no ato ao lado do futuro governador, Carlos Moisés da Silva, e inquirido a explicar o que aconteceu em Santa Catarina, o presidente estadual do PSL, Lucas Esmeraldino, destacou “o desejo de mudança da própria população, cansada que está da velha política”.

Servindo de exemplo
Segundo Esmeraldino, a prova disso pode ser traduzida não só pelo resultado do pleito, mas também pela constituição do próprio PSL, que formou, num espaço de cinco meses, mais de 180 executivas municipais com 120 homologadas. Algo inimaginável em se tratando de uma sigla que mal existia no contexto catarinense. A eleição de um governador, quatro deputados federais, seis deputados estaduais e quase um senador, que ainda possui chances de alcançar a cadeira, foi também consequência dessa manifestação solidária do eleitor, que viu na nova sigla um caminho para a mudança.

Ataque ao site do Mais Médicos 
O site do programa Mais Médicos saiu do ar ontem no final da manhã, três horas após o início das inscrições para o novo edital de contratação de profissionais, após a saída de Cuba. O acesso em apenas uma hora de mais de um milhão de internautas levou o Ministério da Saúde a desconfiar de um ataque cibernético. Já no meio da tarde, tudo estava se normalizando, mas mesmo assim o Ministério pediu à Polícia Federal que investigue o caso. No total, são 8.175 vagas, distribuídas em 2.824 municípios e 34 distritos sanitários especiais indígenas, com mais de R$ 11 mil de salário.

Vai sobrar candidatos
  A boa notícia é que até o final da manhã, apesar da instabilidade do sistema, 3.300 profissionais já haviam completado suas inscrições. Até o início da noite, o Ministério da Saúde não havia liberado nenhum outro número de inscritos do primeiro dia, mas a expectativa era bastante positiva. Essas inscrições são de brasileiros formados por escolas de Medicina do Brasil, e vão até a meia-noite de domingo, dia 25. Depois disso, teremos a abertura de inscrições para brasileiros com revalida (aqueles formados no exterior) e para profissionais de outros países, até mesmo para cubanos que quiserem ficar.

Se for necessário, que assim se faça
Surpreendeu o editorial do jornal O Globo de ontem, alertando que apesar de negar que tenha intenção, o governo de Jair Bolsonaro não deve se afastar da ideia de privatizar toda a Petrobrás, e não apenas partes dela, conforme já sinalizado. Admitindo que o que importa é conter a dívida pública - que em abril último já havia passado dos R$ 5 trilhões – o jornal escancara seu posicionamento quanto ao assunto: “Inevitável que do rol de empresas a serem vendidas, em todo ou em parte, sem esquecer o necessário fechamento das inviáveis, que vivem silenciosamente nas tetas do Tesouro, constem joias da coroa do Estado, como Petrobras e bancos públicos. Afinal, são as mais atraentes para potenciais compradores”.

A herança do lulo petismo
Mais à frente em seu editorial, O Globo diz que “A Petrobras já é um caso em estudo avançado. Pela mesma razão do Tesouro: os desmandos técnicos e éticos do lulo petismo abalaram de tal forma a estatal que, em 2013, ela chegou a deter a maior dívida corporativa do mundo (…). Faz sentido que projetos já em estudos de privatização da BR Distribuidora e de refinarias - essencial para a tão reivindicada injeção de concorrência no mercado de combustíveis - tenham prioridade. Não se deve, porém, esquecer que o essencial é tirar o país da armadilha fiscal em que foi jogado. Disso depende a redução do ônus da dívida sobre a sociedade. Se, para isso, for necessário vender toda a Petrobras, que assim seja.” Eu, hein!




OUTRAS COLUNAS









MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL