MENU

COLUNISTAS


Esporte

EDUARDO VENTURA




 
 

Segunda-feira, 11/02/2019, às 06:00

Pontos perdidos na capital

Mais uma vez o torcedor colorado saiu decepcionado do estádio Orlando Scarpelli. Com a derrota de 3 x 1, para o Figueirense, o clube da Cidade Azul deixou de pontuar longe de casa. Como assim, poderia pontuar e não o fez? É prático, só ser ousado e fazer as alterações na hora certa. Após sofrer um gol no fim do primeiro tempo e conseguir o empate com Romário, aos onze minutos da etapa final novamente faltou ousadia para China Balbino colocar o time pra frente, e, de forma ofensiva, vencer o líder da competição. China demora para fazer as alterações e deixa o time inseguro. Sob forte calor, era visível que alguns jogadores não aguentariam marcar e atacar. Ele deixou em campo Carlão Moraes (saiu machucado) e Rudnei. Não que eles sejam os responsáveis pela derrota, mas não tinham o mesmo ímpeto e pegada para marcar o meio campo do Figueirense. Sem a transição rápida para o ataque, o time ficou sem ofensividade, ainda mais após as entradas de Júlio Rusch e Matheusinho, este último eleito o melhor em campo pelas rádios da capital. Isso que ele jogou, ao todo, quinze minutos. Em sete rodadas, o Hercílio Luz soma seis pontos, ocupando o sétimo lugar, com uma vitória (Metropolitano), três empates (Tubarão, Brusque e Joinville) e três derrotas (Avaí, Chapecoense e Figueirense). O intrépido Leão do Sul tem nove gols marcados e onze sofridos, com saldo negativo de dois gols.

PEIXE SEGUE SEM VENCER
Mesmo buscando o empate no segundo tempo, o Tubarão saiu de campo derrotado, pelo placar de 3 x 1, e deixou o Avaí na zona de classificação. O Tubarão ainda está na zona do rebaixamento, com dois pontos somados em sete jogos. Os erros de passe foram visíveis, e, com a defesa mais vazada, com 14 gols, o risco de rebaixamento é grande.

FALTA OUVIR O AUXILIAR
Já não é de hoje que China Balbino tem dificuldades em fazer as substituições, e em todo jogo ele tem dificuldades. No jogo de sábado, o auxiliar foi Everton Soares Ernesto. George Santos, na última sexta-feira, pediu seu desligamento do clube, e hoje retorna ao seu Estado natal. A saída é efeito também da saída de Nazareno Silva. Everton atua nas categorias de base do clube onde foi atleta, e precisa ser ouvido pelo treinador. Vamos ver, com a troca de auxiliar, se as dúvidas de China desaparecem no próximo jogo, que, aliás, tinha um observador ilustre: o técnico Waguinho Dias estava in loco, de olho no seu adversário da oitava rodada. Na coletiva de fim de jogo, China citou que precisa vencer o Marcílio Dias na próxima rodada para não entrar na linha do rebaixamento.

INICIAÇÃO ESPORTIVA VALORIZADA 
A escolinha de futebol do Hercílio Luz Pequenos Leoninos inicia nesta semana as atividades para o ano de 2019. Sob o comando de Samuel Farias e Eduardo Porton, o projeto de iniciação esportiva segue com a inserção no meio social e disputando competições regionais, promovidas pela Liga Tubaronense de Futebol e Liga Amadora Verde Vale de Futebol. No ano passado, foi sede da peneira do Fluminense, quando alguns jogadores foram selecionados pelo clube carioca e estão sendo monitorados. Nunca escondi que tenho profunda admiração e respeito pelo trabalho esportivo e, principalmente, social que ambos fazem pelo esporte da cidade. Cito, além deles, o trabalho feito por Edson Maccari, nas cidades de Tubarão, Braço do Norte e Criciúma. Se esses baluartes da nossa categoria de base não existissem, não teríamos o primeiro passo, pois muitos depois são encaminhados para o próprio Hercílio Luz, Tubarão, Criciúma, Figueirense, Avaí e clubes de outros estados.




OUTRAS COLUNAS









MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL