MENU

COLUNISTAS


Geral

ARILTON BARREIROS




 
 

Quinta-feira, 14/03/2019, às 00:00

POR QUE BLINDÁ-LO?

A visita que o governador Carlos Moisés fez a Tubarão nesta semana serviu para muitos comentários antes e depois. Antes, se dizia que ele não concederia entrevista, e que o acesso à sala de atos da prefeitura seria restrito. Comentavam que a assessoria do governador não facilitaria o trabalho da imprensa, e que ele seria blindado de toda forma. Não foi isso o que ocorreu. Carlos Moisés foi gentil e muito solícito com toda a imprensa, deu entrevistas ao chegar, assim como também na visita ao Centro de Inovação e à rodovia Ivane Fretta. Os comentários, depois, elogiando a atitude do governador, foram bem resumidos. É por isso que fazemos questão de ressaltar o que ocorreu. O governador sabe se comunicar, já está conhecendo a máquina como poucos, está bem intencionado e não é político de carreira. Por tudo isso, ele próprio tem que fazer sua equipe ver a necessidade urgente de rever esta posição de querer blindá-lo, o que é uma bobagem.

ENTRELINHAS

O PROCON de Tubarão promoverá amanhã uma ação educativa para lembrar a passagem do Dia Mundial do Consumidor. A equipe do Procon estará no Centro Municipal de Cultura Museu Willy Zumblick, das 13h30 às 18h30, entregando panfletos informativos, e sanará dúvidas sobre os direitos do consumidor.

Os 40 deputados  da Assembleia Legislativa de Santa Catarina contam com trabalhos de 689 servidores em seus gabinetes. Sem contar os demais servidores, o custo mensal hoje é de R$ 4.064.863,14. As velhas práticas políticas, com alguns novos nomes, como diz o governador Carlos Moisés da Silva, continuam.

Nas redes sociais, volta e meia surgem comentários sobre a venda da Unisul. Para deixar bem claro e acabar com as especulações, qualquer negociação, se houver, e quando concluída, obrigatoriamente terá que passar pelos Conselhos de Administração e Curador. Como são muitas pessoas que fazem parte destes, não haverá nenhum segredo.

Prefeito de Gravatal, Edvaldo Bez de Oliveira, sancionou o plano diretor do município. O documento é o principal instrumento de regularização das políticas de urbanismo da cidade, e aponta as diretrizes para setores da administração municipal, como Mobilidade Urbana, Desenvolvimento Econômico, Habitação, Saúde e Educação.

Por que será que entra governo e sai governo e eles só pensam em procurar corrupção naquilo que se refere aos pobres, como bolsa família, auxílio doença e aposentadorias? Em banqueiro, latifundiário, multinacional, entre outros, não existe a mesma
preocupação. A CPI da previdência já acabou e mostrou que o sistema não está quebrado. E por que o resultado é escondido?

Deputados estaduais com base nos municípios do Sul realizaram ontem, na Assembleia Legislativa, o primeiro encontro da chamada “Bancada do Sul”. Sete dos oito parlamentares participaram do encontro, e foi justificada a ausência do deputado Felipe Estevão. O encontro reuniu os deputados Júlio Garcia, Ada de Luca, José Milton Scheffer, Luiz Fernando Vampiro, Rodrigo Minotto, Jessé Lopes e Volnei Webber.




OUTRAS COLUNAS









MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL